Relações Exteriores

Economia
07/04/2014
Programa FX-2
07/04/2014

Brasil e Suíça discutem formas de incentivar comér

Brasil e Suíça discutem formas de incentivar comércio e investimentos

Brasília – O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer, recebeu, na quinta-feira (3/4), uma delegação de autoridades do governo da Suíça. Também participaram da comitiva representantes de empresas suíças que exportam para o Brasil ou possuem filais no país.

Durante o encontro, Schaefer destacou o esforço do governo brasileiro para melhorar a competitividade das empresas nacionais, com investimentos em infraestrutura e logística de comércio exterior.

Além disso, o secretário apontou áreas com potencial para aprofundamento das relações comerciais bilaterais como microeletrônica, semicondutores, biotecnologia e indústria farmacêutica.

“Creio que os dois governos e a comunidade empresarial têm de estar próximos e num diálogo crescente. Um acordo de comércio e investimentos pode ser o balizador de um trabalho conjunto nas diferentes cadeias produtivas”, disse Schaefer.

O Conselheiro Federal da Suíça, Johann Schneider-Ammann, demonstrou interesse em aprofundar as negociações para um acordo bilateral. “Somos uma pequena economia, mas muito aberta. Estamos interessados em negociar com o Brasil e explorar possibilidades de um acordo de livre comércio”, acrescentou.

As autoridades suíças disseram ter intenção de diversificar as relações comerciais bilaterais, em especial nas áreas relacionadas à inovação e alta tecnologia.

Com o objetivo de facilitar a geração de novas oportunidades de negócio, Schaefer também esclareceu questões pontuais apresentadas pelos representantes das empresas suíças de diversos setores como farmacêutico, de aviação, de alimentação, de serviços, e de logística.

Intercâmbio

Em 2013, os embarques brasileiros para a Suíça chegaram a US$ 2,3 bilhões, valor 38,9% acima do registrado em 2012 (US$ 1,7 bilhão). No total, 640 empresas brasileiras exportaram para a Suíça, de janeiro a dezembro do ano passado.

A maior parte dos produtos exportados foi das categorias dos manufaturados (51,5%) e semimanufaturados (43,7%). Os principais itens desta pauta foram ouro em formas semimanufaturada, carne de frango congelada, suco de laranja, bombas, compressores, e ventiladores e suas partes.

As importações brasileiras da Suíça também cresceram. Totalizaram US$ 2,9 bilhões, o que representou um aumento de 6,9% em relação a 2012 (US$ 2,7 bilhões). 3.252 empresas brasileiras realizaram compras externas da Suíça, em 2013.

Foram importações, em sua maioria, de produtos manufaturados (98%), como medicamentos, partes de máquinas e aparelhos de terraplanagem, máquinas de ferramentaria a laser e smart cards.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *