Relações Exteriores

Brasil e Omã discutem cooperação em agricultura
14/10/2013
Nações Unidas
14/10/2013

Crise Econômica

Brasil e União Europeia discutem aumento da integração comercial

Brasília – Na quinta-feira, 10, o ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, recebeu delegação chefiada pelo vice-presidente da União Europeia para assuntos de Indústria e Empreendedorismo, Antonio Tajani. Na reunião foram discutidos o fortalecimento da cooperação industrial entre o Brasil e a União Europeia, com foco na indústria altamente tecnológica, na inovação, na internacionalização de pequenas e médias empresas e na padronização.

Para o ministro Fernando Pimentel, o momento do encontro é oportuno, já que a estabilidade econômica do Brasil é propícia a investimentos estrangeiros. “Sinto-me à vontade para dizer que as relações econômicas do Brasil com a União Europeia são fortemente baseadas em nossa cultura. A partir da imigração, todos os países da UE fazem parte do Brasil. No momento em que economia mundial enfrenta uma situação delicada, os investimentos em nosso país são um caminho natural para países europeus e empresas estrangeiras”, afirmou.

Enquanto isso, Antonio Tajani destacou que o Brasil é um importante parceiro econômico da União Europeia. Atualmente, o Brasil destina mais de 18% de suas exportações aos países europeus, que são também a origem de 20% de tudo o que país importa. “Estamos muito otimistas com esta visita. Vamos melhorar o trabalho comum em padronização (de processos) nos setores de equipamentos, maquinários, agronegócio e ciência e tecnologia. Nosso mercado interno também é bastante importante para vocês”, reforçou o vice-presidente.

De acordo com o MDIC, na oportunidade, a delegação europeia também conheceu o Plano Brasil Maior, a política industrial brasileira, cujas ações buscam fortalecer a competitividade, acelerar ganhos de produtividade, promover o adensamento produtivo e tecnológico das cadeias de valor, além de ampliar mercados e gerar empregos de melhor qualidade.

Os integrantes da missão foram apresentados, ainda, ao Catálogo Oportunidades para Investimentos no Brasil, instrumento para atração de recursos voltados aos projetos de desenvolvimento do país.

O documento tem como principais objetivos apoiar a tomada de decisões por parte dos investidores oferecendo acesso a informações seguras, organizadas e de qualidade e facilitar a interlocução entre agentes públicos e privados.

Pimentel e Tajani também discutiram a possibilidade de um acordo de cooperação técnica para padronização de procedimentos e produtos em diversos setores, tais como os de transporte e de ciência e tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *