Brasília, 18 de novembro de 2018 - 11h26
Brasil e Vietnã firmam acordos em agricultura e serviços aéreos

Brasil e Vietnã firmam acordos em agricultura e serviços aéreos

03 de julho de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – Brasil e Vietnã assinaram, nesta segunda-feira, 2, três acordos em agricultura, serviços aéreos e promoção comercial, por ocasião da visita ao país do vice-primeiro-ministro vietnamita, Vuong Dinh Hue, que se reuniu com o presidente Michel Temer e o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.

De acordo com o Itamaraty, o acordo de serviços aéreos pretende facilitar a conexão aérea entre os dois países, "com impactos positivos sobre o turismo e as visitas de negócios". O acordo permitirá que empresas aéreas dos dois países sobrevoem ambos os territórios sem pousar, além de fazer escalas para embarque e desembargue de passageiros e mercadorias.

Brasil e Vietnã firmaram ainda um memorando que prevê o intercâmbio de sementes e raças animais, informações técnicas e documentos, bem como a organização conjunta de seminários técnicos, workshops, conferências e exposições setoriais, envolvendo especialistas e cientistas, que poderão formular e implementar projetos de pesquisa na área agrícola.

Segundo o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, “o comércio tem que ser ampliado entre as partes e anda quando a parte política decide que deve andar. Daqui para a frente os técnicos do ministério da Agricultura, juntamente com os técnicos vietnamitas buscarão harmonizar mais a legislação dos nossos certificados fitossanitários e fazer com que os negócios aconteçam pelas mãos dos empresários, como deve ser feito”, disse, após encontro privado com o ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural do Vietnã, Ha Kong Tuan.

O governo brasileiro revelou também o interesse do Vietnã em estabelecer cooperação para a produção e comercialização de etanol.

Nos últimos 16 anos, o volume de trocas econômicas entre os dois países saltou de US$ 29 milhões em 2001, para US$ 3,9 bilhões em 2017. Esse resultado coloca o Vietnã à frente de parceiros tradicionais do Brasil na América do Sul, em termos de volume de comércio, como Peru (corrente de comércio de US$ 3,8 bilhões), Paraguai (US$ 3,7 bilhões) e Uruguai (US$ 3,6 bilhões).

Voung Dinh Hue explicou que, somente entre 2016 e 2017, o comércio bilateral cresceu mais de 20%, com potencial de expansão. "O Brasil vai dar abertura a mais produtos do Vietnã, e o Vietnã ficará ainda mais aberto para importar produtos do Brasil", afirmou.

Com mais de 90 milhões de habitantes, o Vietnã tem crescido a uma média anual próxima de 7% desde 1990 e se consolidou como um dos mercados consumidores mais expressivos do Sudeste Asiático - o país integra a Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean), cuja soma das riquezas dos seus países-membros é equivalente à da quinta maior economia do planeta.

Além dos acordos na área de aviação e agricultura, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) firmou um entendimento com a Câmara de Comércio Exterior do Vietnã, com o objetivo de ampliar negócios entre os dois países.

Nesta terça-feira, 3, Vuong Dinh Hue estará em São Paulo, para participar do Fórum de Comércio e Investimentos Brasil-Vietnã e de reunião com representantes da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), empresários brasileiros e representantes de entidades do setor privado nacional. Em 2019, os dois países celebrarão 30 anos de relações diplomáticas.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...