Agenda

O reflexo das rebeliões à marca Brasil
16/05/2006
Brasil e Senegal firmam acordo sobre serviços aére
17/05/2006

Brasil envia ajuda humanitária ao Suriname

Brasil envia ajuda humanitária ao Suriname

Nesta quinta-feira, o ministério da Saúde envia ajuda humanitária ao governo do Suriname, afetado por enchentes nos últimos dias. A ajuda consiste na doação de seis mil pastilhas de quinina (usada no tratamento emergencial da malária), dez mil frascos de hipoclorito (usado na purificação da água) e seis kits de medicamentos de atenção básica.

Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) decola de São Paulo com as doações, devendo chegar no mesmo dia à capital do Suriname, Paramaribo. Os medicamentos, além de amenizar os transtornos causados pelas enchentes, serão úteis também para proteger a população contra a onda de furacões que, segundo a meteorologia, deverá atingir a América Central a partir de junho.

Além dos medicamentos, o Brasil deslocou um helicóptero da FAB para Paramaribo, que será utilizado para escoar as doações feitas por vários países, da capital para o interior do país, região mais castigada pelas enchentes.
No dia 14, um helicóptero Cougar HM-3, do Exército Brasileiro, foi enviado ao Suriname para auxiliar nos trabalhos de apoio logístico na distribuição de assistência humanitária ao país.

De acordo com o Itamaraty, chuvas intensas têm afligido o Suriname nos últimos dias, ocasionando graves inundações em vastas áreas dos rios Suriname, Tapanahony, Lawa e Marowijne, ao sul de Paramaribo.

O ministério das Relações Exteriores informou que há mais de 37 mil pessoas afetadas, das quais 22 mil estariam desabrigadas. Foram inundadas casas, policlínicas, escolas, lojas, armazéns e centrais de energia elétrica.

Essa região está no auge da estação chuvosa e há previsão meteorológica de que as fortes chuvas persistirão ao longo dos próximos dias. O Suriname conta unicamente com um helicóptero.

Países doadores, organizações Internacionais e ONGs já iniciaram o envio de equipes especializadas, que estão impossibilitadas de acessar às regiões afetadas. Alimentos, tendas e medicamentos chegam ao aeroporto de Paramaribo todos os dias.

“O envio do helicóptero militar brasileiro – acompanhado de avião Bandeirante que transportará a equipe encarregada da manutenção do mesmo – será essencial para que possa ser rompido o gargalo que impede o acesso dos encarregados da distribuição da assistência e do material recebido às regiões mais isoladas do país”, diz o Itamaraty em nota.

Capaz de transportar até 27 pessoas, entre passageiros e tripulação, o Cougar HM-3, operado pelo Exército Brasileiro, está apto para emprego em missões de apoio logístico, como a que agora se realiza, garante a diplomacia brasileira.

Ainda de acordo com o governo brasileiro, o Suriname arcará com os custos de combustível das aeronaves, a hospedagem das tripulações e seu transporte interno terrestre em Paramaribo, por um período de duas semanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *