Relações Exteriores

Brasil-Portugal: Diplomacia Econômica
16/10/2006
Avançam negociações do Mercosul com o Conselho de
16/10/2006

Brasil envia missão de cooperação ao Líbano

Brasil envia missão de cooperação ao Líbano

O Itamaraty envia nesta segunda-feira, missão de cooperação ao Líbano. Até o próximo dia 18, o diretor da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Embaixador Luiz Henrique Pereira da Fonseca, acompanhado de representantes do departamentos de Promoção Comercial e Cultural do Ministério das Relações Exteriores e de integrantes da EMBRAPA, SENAI, Caixa Econômica Federal e dos ministérios da Educação e Saúde, vão buscar identificar as áreas em que o Brasil poderá contribuir com a reconstrução do Líbano.

Segundo informações do Itamaraty, o primeiro-ministro Fouad Siniora pediu ao chanceler Celso Amorim, o apoio brasileiro no último dia 15 de agosto quando Amorim esteve no país.

Em nota, o Itamaraty explica que a EMBRAPA poderá contribuir para o desenvolvimento de frutas tropicais no semi-árido. Já o SENAI tem capacidade para oferecer cursos de formação profissional em áreas como carpintaria, marcenaria e hidráulica, por meio do seu Programa de Ações Móveis.

O Ministério da Educação buscará identificar atividades no âmbito do Programa Executivo de Cooperação Educacional entre o Brasil e o Líbano e o Ministério da Saúde vai oferecer apoio na área de vigilância epidemiológica, para prevenir surtos de doenças transmitidas por meio de ar e água.

Existe ainda a possibilidade de o Ministério de Minas e Energia ser envolvido na cooperação, com a instalação e manejo de estações móveis de energia.

Enquanto isso, a Caixa Econômica Federal irá estudar formas de capacitar os libaneses nas áreas de desenvolvimento urbano, gerenciamento de resíduos sólidos, saneamento básico, políticas de habitação social e tecnologia bancária voltada à programas de transferência de renda.

O Itamaraty informou também que representantes de empresas e associações comerciais brasileiras que mantêm vínculos com o Líbano participarão da missão, para estimular o comércio bilateral e identificar áreas prioritárias de investimentos.

Além disso, a missão vai oferecer ao Líbano, vagas para estudantes libaneses nos Programas de Estudantes-Convênio de Graduação e Pós-Graduação, bem como a criação de Leitorado brasileiro em universidade libanesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *