Brasil

Comércio Exterior
03/02/2017
Integração militar
06/02/2017

Cooperação Humanitária

Brasil envia uma tonelada de medicamentos e insumos para a Síria

Brasília – O governo brasileiro enviou 44 mil unidades de medicamentos para a Síria, para atender a população desabrigada e atingida pelos conflitos no país árabe. Foram doados também três kits de medicamentos e insumos estratégicos de saúde, cada um deles capaz de atender até 500 pessoas, por um período de três meses. A remessa de aproximadamente uma tonelada está sendo transportada pelo navio Fragata União, da Marinha do Brasil, e já partiu do Rio de Janeiro em direção ao Líbano – a Organização Mundial da Saúde (OMS) ficará responsável pelo transporte da carga do Líbano até a Síria.

A ação é uma parceria entre os ministérios da Saúde, Defesa, Relações Exteriores, e a Marinha brasileira. Entre os produtos, há medicamentos para tratamento de doenças infecciosas, como tuberculose, e vacinas para prevenir doenças graves em crianças, como pneumonia, meningite e rotavirose. Também constam na remessa kits de primeiros socorros e outros insumos médicos.

O assessor internacional do Ministério da Saúde, Fabio Frederico, enfatiza a importância da solidariedade entre as nações. “O Brasil segue uma política de apoio a países que passam por dificuldades, como é o caso da Síria neste momento”, explica. “Vale ressaltar que o envio de medicamentos, vacinas e insumos só é autorizado se não comprometer o abastecimento interno do Brasil”, completa.

Essa não é a primeira cooperação humanitária do ministério da Saúde com a Síria. Em 2014, foram enviados 150 mil unidades do medicamento Antimoniato de Meglumina, que foi distribuído em hospitais e centros de saúde nas localidades de Hamah, Idleb, Aleppo, zona rural de Damasco, Dierzor e Al- Hassaka. Esses medicamentos permitiram, à época, tratar aproximadamente 25 mil pessoas com leishmaniose cutânea.

O ministério da Saúde também tem um histórico recente de apoio a países vítimas de desastres naturais. O último envio do tipo foi ao Haiti, atingido por um furacão em outubro do ano passado.

Foram enviados, em dezembro de 2016, três kits de medicamentos e insumos com cerca de 19.700 unidades e 3.961 doses de vacina contra cólera para auxiliar no atendimento dos haitianos, além de mil testes rápidos de fluido oral de HIV. A ação foi realizada em parceria com os ministérios da Defesa e das Relações Exteriores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *