Defesa

Tríplice Fronteira
29/07/2005
Inteligência
03/08/2005

Minustah

Brasil escolhe general e espera manter comando no Haiti

O general Augusto Heleno Ribeiro decidiu deixar o comando da Missão de Estabilização da ONU no Haiti [Minustah], depois de mais de 12 meses chefiando as forças de paz naquele país.

De acordo com o Centro de Comunicação do Exército, o governo brasileiro decidiu indicar o general Urano Teixeira Matta Bacellar, que no dia 25 de novembro do ano passado, foi promovido a general de Exército pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Gaúcho de Bagé, Urano pode assumir a Minustah no final do mês, dependendo das negociações que ocorrem no âmbito das Nações Unidas. O Conselho de Segurança, que já prorrogou o tempo de permanência da missão no Haiti até fevereiro de 2006, precisa ratificar a escolha do novo comandante.

O Brasil trabalha para preservar o comando, principalmente depois da ofensiva norte-americana. Os Estados Unidos têm criticado a postura a Minustah e, através de organizações não-governamentais, acusa os militares de despreparados para a missão de estabilizar o Haiti.

Por outro lado, a diplomacia brasileira tem trabalhado para garantir não apenas o comando da Minustah, como também o aporte de recursos para a reconstrução do país. Os Estados Unidos cogitam enviar soldados para garantir as eleições gerais do final do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *