Brasil vai apoiar renovação da Defesa do Suriname
01/02/2012
Peru e Colômbia firmam acordo para desenvolver ind
02/02/2012

Cuba

Brasil financia construção de porto de olho no futuro

Brasília – De olho nas mudanças internas em Cuba e no fim do embargo econômico norte-americano à ilha, o Brasil investirá pelo menos US$ 682 milhões na construção do Porto de Mariel para transformá-lo em um dos maiores da América Latina. Esse valor corresponde a 71% do total da obra, orçada em US$ 957 milhões.

O Porto de Mariel, distante 40 km de Havana, integra os esforços do governo cubano para abrir a economia e assim fugir do embargo econômico imposto pelos Estados Unidos em 1962.

Na semana passada, o governo brasileiro liberou a última parcela do empréstimo para a obra que é executada por uma empresa brasileira desde 2010. Se o cronograma for mantido, o porto estará concluído em 2014.

Para o governo cubano, Mariel será uma zona especial de desenvolvimento com 400 km² e que abrigará indústrias voltadas à exportação. E é aí que entram as empresas brasileiras com interesses na América Central, Caribe e Estados Unidos, distante apenas 160 km do porto.

Diplomatas brasileiros afirmam que o país vai ajudar Cuba a “atualizar” o socialismo, modernizando sua economia. Com isso, empresas do Brasil poderão tirar proveito dos benefícios do porto.

Uma fábrica de vidros, por exemplo, já iniciou negociações com o governo local para exportar via Cuba, 80% da sua produção.

O Brasil investe ainda na construção de 30 km de estradas, 18 km de rodovias, 63 km de estrutura ferroviária e 13 km de vias férreas, para melhorar o acesso ao porto.

Brasil e Cuba acreditam que Mariel poderá movimentar cerca de um milhão de contêineres a cada ano com a construção de 700 metros de cais, um centro de carga, pátios, redes de abastecimento de água e tratamento de resíduos, ficando atrás apenas do Porto de Santos, em São Paulo que movimentou 2,7 milhões de contêineres no ano passado.

Atualmente, 2,7 mil operários trabalham nas obras. Estima-se que o porto poderá gerar outros 3 mil empregos diretos e 5 mil indiretos, quando estiver concluído.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *