Brasília, 21 de novembro de 2018 - 13h08
Brasil investirá R$ 18 milhões em novas pesquisas na Antártica

Brasil investirá R$ 18 milhões em novas pesquisas na Antártica

22 de agosto de 2018
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – O governo brasileiro investirá R$ 18 milhões em novas pesquisas a serem realizadas no âmbito do Programa Antártico (PROANTAR). Para tanto, o ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em conjunto com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançaram nesta quarta-feira, 22, edital para que os projetos sejam apresentados até 8 de outubro. O resultado final será divulgado no dia 30 de novembro deste ano.

De acordo com o MCTI, os recursos serão aplicados no financiamento de pesquisas sobre o papel da criosfera no sistema terrestre e as interações com a América do Sul, a dinâmica da alta atmosfera na Antártica, interações com o geoespaço e conexões com a América do Sul, além das mudanças climáticas e o Oceano Austral.

Além disso, as pesquisas incluirão a biocomplexidade dos ecossistemas antárticos, suas conexões com a América do Sul e mudanças climáticas, geodinâmica e história geológica da Antártica e suas relações com a América do Sul, química dos oceanos, geoquímica marinha e poluição marinha, ciências humanas e sociais, biologia humana e medicina polar e inovação em novas tecnologias.

Dos R$ 18 milhões, R$ 7,1 milhões sairão do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e R$ 3,704 milhões do orçamento do MCTIC. Já o CNPq vai destinar R$ 1,5 milhão para o edital, enquanto a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aportará outros R$ 5,724 milhões.

A liberação dos recursos ocorre no momento em que são concluídas as obras de construção da nova Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF), que substituirá a antiga estrutura, destruída em um incêndio em 2012. A nova base terá 4,5 mil m², com espaço para 17 laboratórios, refeitório, ultrafreezers para armazenamento de amostras e materiais usados nas atividades científicas, setor de saúde, biblioteca e sala de estar.

União Europeia

Na terça-feira, 21, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, recebeu o embaixador da União Europeia no Brasil, João Gomes Cravinho, com quem discutiu o programa de investimento em pesquisa e inovação Horizonte Europa, que prevê um orçamento de 100 bilhões de euros a serem liberados entre 2021 a 2027.

Kassab assegurou a disposição brasileira em cooperar com a iniciativa e classificou as parcerias em ciência e tecnologia como prioridades da pasta. “A nossa disposição de parceria é total. É um solo muito fértil e uma oportunidade de fortalecer relações para deixar como legado para a próxima gestão”, afirmou.

Com atuação prevista nas áreas de saúde, segurança, indústria, clima e alimentação, o Horizonte Europa sucede outro programa de investimentos da União Europeia, o Horizonte 2020. A iniciativa divulgada em junho tem como pilares a ciência aberta; desafios globais e competitividade industrial e a inovação aberta.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...