Defesa

Brasil firma acordo de cooperação na área de energ
13/06/2007
Forças Armadas se preparam para a maior operação d
20/06/2007

Cooperação

Brasil quer estreitar relação estratégica com a França na área da Defesa

Os ministérios da Defesa do Brasil e da França vão intensificar a cooperação estratégica em matéria de Defesa. Nesta terça-feira, o ministro da Defesa, Waldir Pires assinou em Paris, onde participa da feira aeronáutica de Le Bourget, um memorando de intenções com a ministra da Defesa francesa, Hervè Morin.

O documento, segundo o Ministério da Defesa, prevê reciprocidade de direitos e deveres entre os dois países, além do desenvolvimento de ações conjuntas de treinamento em cursos teóricos e práticos, estágios, eventos culturais e cooperação nas áreas de ciência e tecnologia. O Comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, acompanha o ministro em Paris.

Waldir Pires destacou que o acordo representa um passo fundamental para a política de Defesa do Brasil. No início do mês, o ministro reuniu o Conselho Militar de Defesa para discutir as prioridades e a retomada dos programas de reaparelhamento e modernização das Forças Armadas.

Segundo ele, o acordo com a França “é uma contribuição para a parceria estratégica entre os dois países, intensificando a relação bilateral na área de defesa. A intenção é finalizar em breve a negociação do acordo de cooperação de Defesa e estatuto das Forças Armadas dos dois países, intensificando o diálogo sobre temas de interesse comum em matéria de altas tecnologias”, afirmou.

De acordo com o Ministério da Defesa, a relação do Brasil com a França tem se estreitado nos últimos anos. Em maio de 2005 a ministra da Defesa da França demonstrou, em visita ao ministro Waldir Pires, interesse em estabelecer com o Brasil um amplo programa de cooperação em todos os setores da Defesa, contemplando uma crescente transferência de tecnologia e a possibilidade de produzir modernos equipamentos de Defesa no Brasil. O ministro brasileiro também esteve com a ministra do interior Michelle Alliot Marie, sua antiga colega da pasta de Defesa.

Le Bourget

Pires e o comandante Saito estão em Paris desde o último sábado. Além de participarem do Salão Internacional de Aeronáutica e Espaço de Paris, evento que é mais conhecido como a feira Le Bourget, e aproveitam a oportunidade para manter contatos com autoridades militares de diversos países.

Nesta terça-feira, Waldir Pires encontrou-se com o delegado geral de armamento da França, Francois Lureau, e com o delegado de assuntos estratégicos, Jean de Ponton Dè Amecourt. No ano passado, o ministro teve de cancelar viagem à França quando pretendia discutir a cooperação sobre Defesa.

Durante a feira, Waldir Pires pretende conhecer as tecnologias mais recentes do setor como mísseis, instrumentos e equipamentos de defesa, e assistiu a vôos de demonstração de aeronaves civis e militares. Futuras compras militares podem resultar dessa viagem.

Entre os equipamentos apresentados na feira, que em sua última edição movimentou 32 bilhões de euros em negócios, estão radares de longo alcance e alta tecnologia, helicópteros de ataque e transporte, satélites de sensoriamento, navegação aérea e de comunicações, até aeronaves de decolagem e aterrissagem vertical.

Além do Ministério da Defesa e do Comando da Aeronáutica, o Brasil está representado no evento pela Embraer, terceira maior fabricante de aeronaves do mundo, depois da Airbus e Boeing, e pela VEM/VARIG Engenharia.

Agência Espacial Brasileira

O presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB), Sergio Gaudenzi, também participa da feira de Le Bourget, a convite do governo francês e durante o evento irá se reunir com representantes das agências espaciais francesa (CNES), italiana (ASI), ucraniana (NSAU) e russa (Roscosmos), entre outros.

Segundo a AEB, Diversos assuntos devem ser tratados nessas reuniões que passam desde informação sobre acordos firmados, como o encaminhamento de projetos e futuras áreas de cooperação.

Intercâmbio

Entre os dias 11 e 15 de junho, dois militares da Ecolè du Personnel Navigant d’e Essai et Réception (EPNER), do Ministério da Defesa da França, realizaram um intercâmbio com o Grupo Especial de Ensaios em Vôo (GEEV), sediado no Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA), em São José dos Campos-SP.

De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), o intercâmbio, que acontece anualmente entre as escolas do Brasil e da França, objetiva aprimorar o conhecimento através da troca de experiências das equipagens de ensaios em vôo, contribuindo para uma melhor formação dos militares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *