Brasília, 18 de novembro de 2018 - 13h32

Brasil responsabiliza Bolívia por atrasos no funci

29 de maio de 2012
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O diretor-executivo da empresa brasileira d´Andrea Agrimport, Roberto Calacino, responsabiliza o governo da Bolívia pelos atrasos no funcionamento da fábrica de papel Papelbol, em Vila Tunari. Segundo ele, o presidente Evo Morales não entregou a infraestrutura e os serviços básicos prometidos, o que impede o funcionamento da mesma.



"Nós entregamos 100%, tudo está pronto em Vila Tunari, entregamos tudo que estava sob nosso compromisso. O que não conseguimos fazer em termos de montagem é porque o governo não cumpriu com a sua parte", afirmou.



Roberto Calacino explicou que a Papelbol havia se comprometido com a construção dos módulos para assentar os equipamentos, a provisão de água tratada, gás natural, energia elétrica de 4 MW, entre outras obras civis.



"O governo boliviano não cumpriu com a sua parte no acordo. Por exemplo, necessitamos de energia elétrica de quatro megas de mil, sobre a água, necessitamos a provisão de seis metros cúbicos para fazer funcionar as máquinas e não conseguiram água. Por isso a empresa ainda não começou a funcionar", destacou.



A empresa Papelbol foi criada em setembro de 2007 para funcionar em Vila Tunari, Departamento de Cochabamba. Em dezembro do mesmo ano, a empresa brasileira foi contratada.



Roberto Calacino explicou ainda que para as obras civis, foram selecionadas quatro empresas bolivianas que não conseguiram concluir os trabalhos. Ele afirmou que por mais de um ano a D´Andrea Agrimport tentou resolver os problemas sem sucesso.



Neste momento, a Justiça do país analisa processo contra os responsáveis pelo contrato. Um fiscal e um ex-vice-ministro são acusados de uso indevido de influências, não cumprimento de deveres e conduta antieconômica, cujas penas variam de dois a oito anos de prisão.



 

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...