Brasília, 10 de dezembro de 2018 - 01h18
Brasil se associa à Agência Internacional de Energia

Brasil se associa à Agência Internacional de Energia

02 de novembro de 2017
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília - O Brasil formalizou nesta terça-feira, 31, por meio de uma Declaração Conjunta, a associação à Agência Internacional de Energia (AIE) como país não membro. O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, fez a abertura da cerimônia ao lado do diretor-executivo da AIE, Fatih Birol, e do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.

“Esse é o primeiro passo que nosso país dá ao lado da Agência. A associação do Brasil vem oportunamente num momento em que o país tem trabalho para melhorar ainda mais sua posição no cenário energético global”, disse Fernando Coelho Filho.

Ele também lembrou que o Brasil está no sétimo lugar entre os países com maior geração de energia eólica no mundo e que para 2026, a previsão do Plano Decenal de Energia é que a capacidade instalada eólica brasileira chegue a 25,8 GW (inclusive geração distribuída), respondendo por 12,5% do total.

A associação de país não membro é uma forma da Agência reconhecer países com papel relevante no panorama energético mundial e que não são integrantes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com a associação, o Brasil é o sétimo país a entrar na lista formada por Cingapura, China, Índia, Indonésia, Marrocos e Tailândia.  Considerando os países integrantes da OCDE, a Agência possui atualmente 29 membros.

Segundo Fatih Birol, diretor-executivo da AIE, “desde que os registros da AIE começaram, no início da década de 1970, o Brasil tem sido um importador de petróleo. No entanto, de acordo com os dados mais recentes, tenho o prazer de confirmar que, em 2017, o Brasil alcançará pela primeira vez o status de exportador líquido. Além disso, nossa análise é de que o país está no caminho certo para exportar um milhão de barris/dia até 2022”, afirmou.

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, destacou que o evento também consolida o primeiro Programa de Trabalho Conjunto, para o desenvolvimento de agenda bianual, e lembrou que além da parceria com a Agência, o Brasil tem ampliado o debate energético-ambiental nos principais eventos mundiais, citando a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 23), marcada para o início de novembro.

O processo de associação envolveu um amplo e detalhado trabalho entre o MRE e o MME, o Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (CEPEL) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), que já desenvolviam programas conjuntos com AIE em treinamentos, debates e produção de informações na área de energia.

Com o status de associado, o Brasil terá maior oferta de treinamentos e cursos, poderá receber visitas de especialistas para fazer diagnósticos de setores específicos, contribuirá com informações técnicas e receberá resultados de estudos de ponta a que antes não acedia, entre outros benefícios.

Agência Internacional de Energia (AIE)

Fundada em 1974, a AIE representa, hoje, importante organismo internacional no setor de energia. Além de constituir plataforma para diálogo entre pares e fonte de troca de dados de última geração, a organização tem como missão buscar garantir suprimento confiável de energia, a preços acessíveis e de modo sustentável, enfocando em áreas de segurança energética, desenvolvimento econômico, consciência ambiental e engajamento de número crescente de países. O produto mais conhecido da Agência é o World Energy Outlook, publicação anual que é referência mundial do setor. O Brasil já foi objeto de seção especial de 113 páginas na edição de 2013.

Assuntos estratégicos

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...