Brasília, 19 de janeiro de 2020 - 16h51
Brasil segue no comando do Conselho da Organização Marítima Internacional

Brasil segue no comando do Conselho da Organização Marítima Internacional

04 de dezembro de 2019 - 13:54:54
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – Reeleito, o Brasil segue no comando da Organização Marítima Internacional (IMO), para o biênio 2020/2021. A confirmação veio na 31ª sessão da organização, realizada em Londres, entre 25 e 29 de novembro.  

Segundo o Comando da Marinha, a assembleia é o órgão máximo da IMO, composto atualmente por 174 Estados-Membros, que se reúne uma vez a cada dois anos e é responsável por aprovar o programa de trabalho e o orçamento; determinar acordos financeiros; e eleger o Conselho da Organização, o qual é composto atualmente por 40 membros, distribuídos em três categorias: A (10 membros), B (10 membros) e C (20 membros).

 A Marinha informou ainda que o Brasil é membro ininterrupto desde 1967 e, desde 1975, ocupa assento nesta categoria, que é destinada aos Estados com interesse no comércio marítimo mundial. “A importância e a credibilidade do país no cenário marítimo internacional foram mais uma vez reconhecidas, o que garante a condição de contribuir de forma atuante e participativa, para as decisões voltadas para promover um transporte marítimo seguro, ambientalmente sustentável, eficiente e em um ambiente de cooperação entre os Estados”, explicou a Força em nota.

Cooperação

A Marinha, representada pelo Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, celebrou dois instrumentos de cooperação bilateral interinstitucionais, no dia 25 de novembro, na Organização Marítima Internacional (IMO), em Londres. Um deles com a Grécia, por meio do seu Ministério dos Assuntos Marítimos e Política Insular, e o outro com a Geórgia, via a Agência de Transportes Marítimos do Ministério da Economia e Desenvolvimento Sustentável daquele país.

Também participaram da cerimônia de assinatura o Representante do Brasil junto à Organização Marítima Internacional, Almirante de Esquadra Sergio Roberto Fernandes dos Santos, bem como o seu substituto, Almirante de Esquadra Luiz Henrique Caroli, além de autoridades dos Estados envolvidos.