Brasília, 18 de novembro de 2018 - 21h54

Armada

14 de agosto de 2014
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - O ministro da Defesa do Suriname, Lamure Latour, discutiu na última sexta-feira, 8, a possibilidade de novos acordos de cooperação com o Brasil, além das parcerias que já estão andamento, como a revitalização veículos blindados e o treinamento de militares do Suriname pelas Forças Armadas brasileiras. O país vizinho oficializou o interesse em obter apoio na capacitação marítima, na pavimentação de pistas de pousos e da construção de hangares em aeroportos da região de Selva Amazônica.



Em relação à Marinha, a ideia é que a Força Naval brasileira preste apoio nos mesmos moldes do suporte oferecido à Namíbia, país africano que contou com auxílio brasileiro para criar e compor sua força marítima.



De acordo o chefe do Estado-Maior da Armada (EMA), almirante Carlos Augusto de Sousa, o Brasil pode prestar apoio na capacitação marítima, iniciando com grupos de trabalho para orientar o país vizinho no adestramento e formação de pessoal.



Além da capacitação em recursos humanos, o apoio brasileiro prevê ainda a compra de navios-patrulha pelo Suriname, que, segundo o chefe do EMA, está em estágio de conclusão, aguardando apenas a aprovação do Ministério das Finanças do Suriname.



Outras possibilidades de parceria, como a inclusão de militares do Suriname no curso de controlador de tráfego da Marinha do Brasil e a criação de um centro de capacitação, também foram debatidas no encontro.



O ministro Celso Amorim cumprimentou o colega surinamês pelas presidências Pro Tempore da União Sul-Americana de Nações (Unasul) e do Conselho de Defesa Sul-Americano (CDS) e ressaltou a importância de aprofundar o debate com os demais países membros para no futuro se criar um órgão deliberativo.



Esta é a terceira vez que o ministro Lamure Latour visita o Brasil. Durante a estadia ele e sua delegação conheceram a fábrica da Agrale, no Sul do país, onde é fabricado o utilitário militar Marruá.  O Suriname já adquiriu seis desses veículos que serão entregues em breve. Também conheceram o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), em Brasília, e a Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), da Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro.



Cooperação



O chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, brigadeiro Ricardo Machado Vieira, explicou que as demandas do Suriname foram submetidas à Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA), que emitiu um relatório. Entre as solicitações do Suriname estão a pavimentação de pistas de pousos em aeroportos da região de Selva Amazônica e a construção de hangares.



Enquanto isso, para o diretor-geral do Censipam, Rogério Guedes Soares, há possibilidade de se firmar um acordo específico nas áreas de proteção ambiental e geotecnologia, além da realização de cursos. Ele lembrou que na visita às instalações do Censipam, foram apresentados conceitos sobre o funcionamento do sistema de proteção e vigilância da Amazônia.



Já o Secretário de Produtos de Defesa, do Ministério da Defesa, Murilo Barboza, demonstrou satisfação com a visita da comitiva do Suriname à fabrica da Agrale. Ele disse ainda que após a assinatura do contrato com a Emgepron, o Suriname poderá receber as lanchas-patrulha Marlim em 18 meses


Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...