Agenda

Brasil e Paraguai firmam acordo para desenvolvimen
30/04/2012
Peru frustra Brasil e compra avião da Coréia do Su
14/05/2012

Solidariedade

Brasil vai doar US$ 7,5 milhões para refugiados palestinos

Brasília – O governo brasileiro vai doar US$ 7,5 milhões para a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos (UNRWA), o que representa um aumento de 700% na contribuição brasileira em relação a 2011. Com isso, o Brasil se torna o maior doador da UNRWA entre os países dos BRICS e da América Latina.

De acordo com a ONU, os recursos serão utilizados nas ações de saúde, educação e programas sociais na Faixa de Gaza.

Em 2010, o Brasil contribuiu com US$ 200 mil para o orçamento do programa principal e mais US$ 500 mil para a reconstrução do campo de refugiados de Nahr el-Bared, no norte do Líbano.

No ano passado, a contribuição brasileira saltou para US$ 960 mil com ênfase na ajuda alimentar e atividades educacionais em Gaza.

A contribuição de 2012 irá alimentar 106 mil refugiados palestinos que vivem na extrema pobreza, além de permitir o acesso à educação de 1,8 mil crianças e cuidados de saúde básica para 1,2 milhão de palestinos em 20 unidades de saúde localizadas na Faixa de Gaza.

O compromisso foi formalizado nesta segunda-feira, 14, em Jericó, Cisjordânia, pela representante brasileira para a Autoridade Palestina, Ligia Maria Scherer, e o Comissário-Geral da UNRWA, Filippo Grandi.

Segundo Ligia Maria Scherer, “por meio de seu compromisso, experiência e abordagem prática em lidar com os problemas que afetam os refugiados palestinos, a UNRWA tem sido um parceiro inestimável da comunidade internacional.”

Na avaliação de Grandi, “o Brasil tem liderado o caminho dos BRICS para apoiar o trabalho da UNRWA na área de desenvolvimento humano, que ajuda a criar oportunidades e melhorar a vida dos refugiados palestinos tanto em Gaza como em toda a região. Estou particularmente satisfeito que esta contribuição é para o nosso orçamento básico, o que permitirá a UNRWA fornecer serviços essenciais para alguns dos mais pobres e mais desfavorecidos no Oriente Médio.”

Filippo Grandi deverá vir ao Brasil em agosto para agradecer ao governo brasileiro pela doação e discutir mecanismos que permitam desenvolver parcerias com o governo e a sociedade civil no auxílio aos refugiados palestinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *