Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 19h39

Narcotráfico

04 de janeiro de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

O governo brasileiro vai subsidiar a luta contra o narcotráfico e o crime organizado na Bolívia e Paraguai.



Foi o que anunciou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo nesta segunda-feira.



Segundo ele, “temos que subsidiar iniciativas e realizar operações integradas. Alguns países fronteiriços não têm capacidade operacional e os recursos para vigiar as fronteiras”.



Cardozo confirmou ainda que em 2011 o Brasil utilizará os Vants que são veículos aéreos não tripulados, de fabricação israelense, na proteção e vigilância das suas fronteiras.



O Brasil vai destinar recursos financeiros, mas ainda não há uma definição quanto aos valores e o cronograma da cooperação.



Com Bolívia e Paraguai, o Brasil tem uma agenda de cooperação em que um dos temas centrais é justamente a coordenação das ações contra o narcotráfico.



O Brasil conta com um sistema de radares e aviões para controlar o espaço aéreo da Amazônia onde operam a maioria das organizações criminosas. Este aparato poderá ser utilizado nas fronteiras do país com Bolívia e Paraguai.



No domingo quando assumiu o cargo, José Eduardo Cardozo prometeu combater o crime organizado e o tráfico de drogas com atenção especial ao patrulhamento das fronteiras.



“Vamos mostrar que o Estado é mais forte que a delinqüência organizada”, afirmou o ministro.



A presidente Dilma Rousseff já havia anunciado que a luta contra o crime organizado será uma das suas prioridades. Em suas primeiras viagens aos países vizinhos, ela pretende reafirmar o interesse brasileiro por mais cooperação principalmente com Bolívia, Colômbia, Peru e Venezuela.



Bolívia



O embaixador boliviano em Brasília, José Alberto Gonzales, confirmou que trabalha por um encontro entre os presidentes Evo Morales e Dilma Rousseff.



Morales cancelou sua participação na posse da brasileira, mas a Bolívia considera prioritária a discussão com Dilma de uma agenda de cooperação com o Brasil.

Assuntos estratégicos

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...