E-JETS da EMBRAER integram frota da Mandarim Airli
13/07/2006
OTCA: Defesa e Segurança na Amazônia
13/07/2006

CBERS-3 terá investimento de US$ 41 milhões

CBERS-3 terá investimento de US$ 41 milhões

A empresa Opto Eletrônica, de São Carlos (SP), terá a responsabilidade de construir as duas câmeras MUX de alta resolução que será aplicada ao Satélite Sino-Brasileiro de sensoriamento remoto CBERS-3, programa coordenado no Brasil pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

As câmeras de fabricação brasileira, vão custar cerca de R$ 90 milhões (US$ 41,1 milhões). Essa será o primeiro aparelho desse tipo com tecnologia totalmente nacional.

O investimento total nos equipamentos será de US$ 300 milhões. O Brasil paga 50% do valor. Na primeira fase do acordo, o país entrava com 30% do investimento. Brasil e China já colocaram em órbita os CBERS-1 e 2.

A Opto também construirá parte da câmera de imageamento WFI que opera como uma grande angular, em parceria com a Equatorial Sistemas, de São José dos Campos (SP). Ambas terão um alto grau de nacionalização.

O satélite integra a segunda etapa do acordo técnico-científico firmado por Brasil e China, denominado Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres, que prevê ainda outro equipamento similar.

O CBERS-3 tem previsão de lançamento para outubro de 2008. O CBERS-4 tem lançamento previsto para 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *