Brasília, 30 de setembro de 2020 - 04h03
Centro Cultural da Justiça do Rio terá evento em memória das vítimas do Holocausto

Centro Cultural da Justiça do Rio terá evento em memória das vítimas do Holocausto

21 de janeiro de 2020 - 17:55:23
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília - O Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), o Consulado Geral da Alemanha no Rio de Janeiro e a Federação Israelita do Rio de Janeiro (FIERJ) realizam no dia 28 de janeiro uma cerimônia para marcar o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, quando será inaugurada a exposição “Alguns eram vizinhos”. O evento será às 18 horas no Centro Cultural da Justiça Federal do Rio de Janeiro, e estraá restrito a convidados.

A exposição, segundo a UNIC, traz reflexões sobre o que as pessoas fizeram – ou deixaram de fazer – durante o período da Segunda Guerra Mundial, em atitudes que ajudaram – ou não – vítimas do antissemitismo e do nazismo. A mostra fica em cartaz até o dia 20 de fevereiro de 2019, com horário de visitação das 12h às 19h, de terça a domingo.

Neste ano, o tema para a data é “75 anos depois de Auschwitz – Educação sobre o Holocausto e Memória para Justiça Global”. Ele reflete a importância contínua, 75 anos depois do Holocausto, de uma ação coletiva contra o antissemitismo e outras formas de preconceito para garantir o respeito pela dignidade e os direitos humanos de todas as pessoas, em todos os lugares.

Participam do evento o vice-cônsul geral da Alemanha, Johannes Bloos; o cônsul geral dos Estados Unidos,  Scott Hamilton; o cônsul honorário de Israel, Osias Wurman, e o presidente da FIERJ, Arnon Velmovitsky, além de integrantes da comunidade judaica. Está previsto o depoimento do sobrevivente do Holocausto Freddy Glatt e uma apresentação musical.

Exposição

Na ocasião, o UNIC Rio inaugura a mostra fotográfica “Alguns eram vizinhos”, produzida em parceria com o Museu Estadunidense em Memória do Holocausto e o Programa Educacional da ONU sobre o Holocausto, estabelecido pela Assembleia Geral da ONU em 2005 para encorajar a sociedade civil a participar da memória e educação sobre o Holocausto, como forma de ajudar a prevenir futuros atos genocidas.

As Nações Unidas lembram as vítimas do Holocausto a cada 27 de janeiro, data em que as tropas soviéticas libertaram os prisioneiros do Campo de Concentração e Extermínio Nazista Alemão Auschwitz Birkenau (1940-1945).