Brasília, 12 de dezembro de 2018 - 04h35
Chanceler brasileiro acredita em Acordo do MERCOSUL-UE ainda em 2018

Chanceler brasileiro acredita em Acordo do MERCOSUL-UE ainda em 2018

07 de novembro de 2018
por: Marcelo Rech
Compartilhar notícia:

Brasília – O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, acredita que o Acordo de Livre Comércio entre o MERCOSUL e a União Europeia poderá sair ainda em 2018. No dia 12 de novembro, as equipes técnicas dos dois blocos voltam a se reunir em mais uma tentativa de fechar o acordo.

De acordo com o chanceler, “se resolvermos algumas questiúnculas levantadas pela União Europeia poderemos caminhar para o fechamento até o fim do ano em uma reunião de nível ministerial”, afirmou. Os dois lados temem que a posse do presidente Jair Bolsonaro esfrie as negociações de uma vez.

O temor maior diz respeito à falta de prioridade que Bolsonaro poderá dispensar ao MERCOSUL. Diante da incerteza, os europeus também estão preocupados com uma possível guinada do Brasil para os Estados Unidos, colocando outras negociações em segundo plano.

Jair Bolsonaro afirmou recentemente que irá priorizar as relações bilaterais, principalmente quanto aos acordos comerciais. Preso ao MERCOSUL, o Brasil não poderá firmar acordos bilaterais de comércio. É possível ainda que o presidente negocie uma flexibilização das regras do bloco para avançar nesta ideia sem, contudo, retirar o país do bloco sul-americano.

No dia 2, uma comitiva de eurodeputados visitou Buenos Aires para defender a conclusão do acordo de livre comércio entre os dois blocos, de preferência, antes da Cúpula do G-20 a realizar-se em 30 de novembro, e as eleições europeias de maio de 2019.

Para o eurodeputado espanhol José Ignacio Salafranca, relator das negociações do MERCOSUL com a União Europeia, no Parlamento Europeu, “se as negociações do dia 12 avançarem, podemos trabalhar para que uma reunião ministerial firme o acordo, o que pode ser anunciado à margem da Cúpula do G-20”.

Ele revelou que 12 dos 15 capítulos que integram o acordo estão fechados, restando detalhes acerca do comércio de automóveis e peças, produtos lácteos, transporte marítimo e indicações geográficas.

Espanha tem interesse em fechar acordo da UE com MERCOSUL

O Secretário-Executivo do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, reuniu-se no dia 23 de outubro, com o vice-ministro da Agricultura da Espanha, Fernando Miranda Sotillos, na sede do Ministério da Agricultura, em Madri, e apresentou demandas do Brasil junto à União Europeia para agilizar a exportação de produtos do agronegócio brasileiro.

Sobre as negociações entre o MERCOSUL e a União Europeia para a criação de uma área de Livre Comércio, Novacki disse que “ o acordo poderá trazer vantagem para ambos os lados”.

O vice-ministro espanhol informou que, a Espanha está dando forte suporte às negociações para o acordo entre os dois blocos. Sotillos enfatizou que o país tem interesse em manter as boas relações comerciais com Brasil e garantir o fornecimento de produtos brasileiros, especialmente a proteína animal, segmento em que o Brasil é potência mundial.

Os principais pontos de negociação brasileira com a UE são relacionados à carne bovina, regionalização do produto termoprocessado, rastreabilidade, retomada do pré-listing, ractopamina da carne suína e reabertura para o pescado brasileiro.

No ano passado, as exportações do agronegócio brasileiro para a União Europeia somaram US$ 13,46 bilhões. Os principais produtos embarcados para os países europeus foram itens do complexo soja (34,35%), café (18,73%), carnes (12,15%), sucos (9,67%), fumo (5,95%), cereais (5,65%), frutas (4,82%) e outros (8,69%).

O Brasil importou US$ 1,989 bilhão em itens do agronegócio europeu, em 2017, sendo a maior parte formada por produtos industrializados.

Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...