Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 19h41

Chávez versus Uribe

26 de julho de 2010
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Nesta 5ª feira, os chanceleres da União das Nações Sul-Americanas (UNASUL), se reúnem em Quito, Equador, para discutir a crise Colômbia – Venezuela.



Na semana passada, a Colômbia apresentou na Organização dos Estados Americanos (OEA), provas da presença de guerrilheiros colombianos em território venezuelano.



De acordo com a denúncia, 80 acampamentos e 1.500 guerrilheiros das Farc e ELN, estariam na Venezuela protegidos pelo governo de Hugo Chávez.



Em resposta, Chávez rompeu relações com o vizinho.



Nesta segunda-feira, o ministro de Relações Exteriores da Venezuela, Nicolás Maduro, iniciou por Brasília, um giro pela região onde pretende convencer os países membros da UNASUL que a Colômbia é a responsável pela presença das Farc e ELN no país.



Antes de encontrar-se com Lula, o chanceler venezuelano esteve com o Secretário-Geral do Itamaraty, embaixador Antônio Patriota, que representará o Brasil na reunião de Quito.



Maduro quer deixar claro que Hugo Chávez não protege, apóia ou financia grupos irregulares colombianos.



Na terça-feira, ele desembarca em Buenos Aires onde se reúne com o chanceler argentino, a presidente Cristina Fernández e o Secretário-Geral da UNASUL, Nestor Kirchner.



Até 5ª feira, ele terá se encontrado com os ministros de Relações Exteriores da Bolívia, Chile, Peru, Paraguai e Uruguai. Maduro ainda deve conversar com Ricardo Patiño, chanceler equatoriano, que preside a UNASUL.



Mediação



Na reunião de chanceleres, será discutida a mediação para a crise.



Argentina, Bolívia, Brasil, Equador e Venezuela, não aceitam que a OEA, os Estados Unidos, a Espanha ou a União Européia, participem desse esforço.



Querem que a crise seja solucionada exclusivamente pelos membros da UNASUL.

Assuntos estratégicos

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...