Brasília, 10 de dezembro de 2018 - 08h03

Integração Regional

14 de fevereiro de 2017
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Os ministros de Relações Exteriores dos países que integram o MERCOSUL se reunirão no dia 9 de março em Buenos Aires, para tratar de uma maior abertura comercial do bloco. O encontro foi convocado pela Argentina que responde pela presidência pro tempore do MERCOSUL.



De acordo com a chancelaria argentina, estão confirmadas as presenças de Susana Malcorra, José Serra, Rodolfo Nin Novoa e Eladio Loizaga, respectivamente chanceleres da Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai. Suspensa, a Venezuela não foi convidada para a reunião. A ministra de Relações Exteriores, Delcy Rodríguez, ainda não confirmou se tentará participar como ocorreu em janeiro em outro encontro de ministros realizado em Buenos Aires.



Esta reunião é resultado do encontro mantido no último dia 7, entre os presidentes Mauricio Macri, da Argentina, e Michel Temer, do Brasil. Na oportunidade, eles concordaram em avançar na eliminação das barreiras tarifárias que persistem entre os dois países e no âmbito do MERCOSUL, além de buscar uma maior aproximação com o México.



Na avaliação dos dois presidentes, com as medidas anunciadas pelo presidente norte-americano Donald Trump, o México terá de olhar para a América Latina, em especial a América do Sul, com mais decisão. Na mesma direção, o MERCOSUL pretende fortalecer suas relações com a Aliança do Pacífico, integrada por Chile, Colômbia, Peru e México.



No encontro de março, os chanceleres pretendem avaliar o estado das negociações entre o MERCOSUL e a União Europeia, que se reúnem em nível técnico nos dias 13 e 14 de fevereiro, em Bruxelas. A ideia é firmar o acordo de livre comércio em 2017 quando o bloco será presidido por Argentina e Brasil (a partir de julho).



O chanceler uruguaio Rodolfo Nin Novoa, revelou que nesta reunião se decidirá por uma agenda mais robusta com a Aliança do Pacífico e se definirá uma data para que os ministros de Relações Exteriores dos dos blocos se reúnam com a maior brevidade possível.



“O Uruguai está muito preocupado por esta dinâmica tão competitiva que há no comércio, onde os países que são competidores nossos têm melhores facilidades para acessar a alguns mercados importantes”, afirmou Novoa. Ele disse ainda que as negociações com a União Europeia fizeram parte dos diálogos mantidos pelo presidente Tabaré Vázquez com a chanceler alemã, Angela Merkel, na semana passada em Berlim.


Assuntos estratégicos

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...