Brasília, 18 de outubro de 2018 - 03h19

Chávez fica no poder por tempo indeterminado

28 de abril de 2010
por: InfoRel

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou nesta quarta-feira, em Brasília, que permanecerá no poder por tempo indeterminado.



 



Segundo Chávez, ele não tem sucessor e a Constituição do país não define o prazo do seu mandato. Ele está no poder desde 1998.



 



No encontro com Lula, o oitavo desde que decidiram criar um mecanismo de reuniões presidenciais, foram assinados 21 acordos de cooperação técnica e econômica.



 



Os acordos contemplam o fornecimento de tecnologia para o aprimoramento da produção de milho, soja e carne até uma carta de intenções que se destina à questão dos sobrevôos nos dois países.



 



Os presidentes assinaram ainda um acordo entre o Banco da Venezuela e a Caixa Econômica Federal (CEF) para aumentar o acesso a serviços bancários nos dois países.



 



Também foi assinado um ato que define a ampliação da venda de nafta, um derivado de petróleo, da empresa brasileira Brasken para a Petróleos de Venezuela SA (PDVSA).



 



Atualmente, a empresa brasileira vende 500 mil toneladas do produto à Venezuela. O objetivo do novo acordo é aumentar as vendas para 750 mil toneladas.



 



Com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Lula e Chávez definiram que será realizada uma parceria para efetivar pesquisas agropecuárias na Venezuela e também para adiantar projetos que buscam a ampliação da colheita de soja na região de Valle de Quibor, no estado de Lara.



 



Além disso, os acordos de cooperação com o Brasil contribuem para minimizar as dificuldades energéticas enfrentadas pela Venezuela.



 



Lula e Chávez já se reuniram 19 vezes e o próximo encontro será no dia 4, em Buenos Aires, na Cúpula da Unasul. O último encontro será em dezembro, antes de Lula encerrar seu mandato.



 



O comércio bilateral entre os dois países envolve cerca de US$ 5 bilhões anuais.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...