Agenda

Política
30/11/2016
Energia
30/11/2016

Diplomacia

Chile e Peru terão o primeiro gabinete binacional em 2017

Brasília – Os presidentes do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, e do Chile, Michelle Bachelet, reunidos nesta terça-feira, 29, em Santiago, decidiram criar o gabinete binacional que terá a sua primeira reunião em junho de 2017. Trata-se de um mecanismo que envolve vários ministérios e que trabalha para acelelar a implementação dos acordos bilaterais.

Por meio do gabinete binacional, serão reativadas as reuniões dos mecanismos bilaterais em áreas como economia, comércio, energia, tecnologia e inovação, mineração, integração fronteiriça, lutra contra o tráfico de drogas, cultura, segurança, defesa, turismo e desastres naturais.

Além disso, será reativado um mecanismo de consulta e coordenação política, conhecido como 2+2 que reúne os respectivos ministros de Relações Exteriores e Defesa. Bachelet e Kuczynski deliberaram ainda sobre o aprofundamento da relação bilateral e o fortalecimento da confiança mútua e transparência entre os dois países. Chile e Peru são membros fundadores da Aliança do Pacífico, tema que deve ser aprofundado por meio das relações bilaterais.

Os dois países também firmaram um tratado de extradição que substitui o acordo de 1932, já ultrapassado em vários pontos, um memorando de entendimento para estabelecer um mecanismo de diálogo e cooperação em matéria de direitos humanos e um acordo interinstitucional entre as agências de cooperação. O Chile também expressou apoio ao ingresso do Peru como membro da OCDE.  

Os dois países decidiram ainda fomentar a interconexão elétrica e reimpulsionar as conversas para concretizar o projeto Tacna – Arica e o trem de alta velocidade entre as duas cidades. Os membros das comissões de Relações Exteriores do Senado chileno e do Congresso peruano também se reunirão em janeiro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *