Brasília, 23 de outubro de 2018 - 05h41

Chile não descarta guerra com Bolívia e Peru

12 de dezembro de 2011
por: InfoRel

Brasília - O ministro da Defesa do Chile, Andrés Allamand, afirmou que a relação do Chile com Bolívia e Peru é "preocupante" por conta de litígios fronteiriços e que o país não descarta um conflito armado com seus vizinhos. Segundo ele, o Chile "tem suas Forças Militares preparadas".



A declaração coincide com o início da fase oral da disputa limítrofe que está sendo julgada pelo Tribunal de Haia. De acordo com o governo chileno, o resultado desse processo poderia acirrar ainda mais os ânimos nacionalistas no Peru e na Bolívia.



Desde o governo Alan Garcia o Peru exige a revisão dos acordos assinados em 1952 e 1954.



Para piorar, La Paz ameaça denunciar o Tratado de Fronteiras de 1904 firmado com o Chile e levar o impasse para a Organização dos Estados Americanos (OEA) que realizará sua próxima Assembléia-Geral na cidade boliviana de Cochabamba.



A polêmica é desatada justo no momento em que o Chile recebe da Venezuela a presidência pro tempore da recém criada Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC).



Em Santiago, as declarações do ministro da Defesa chileno são alvo de críticas.



A opinião pública não acredita num confronto militar com a Bolívia e o Peru e entende que a "ameaça" tem como principal objetivo, justificar os gastos militares do Chile com suas Forças Armadas.



 

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...