Agenda

Segurança Internacional
03/10/2015
Corrupção
03/10/2015

Cooperação Estratégica

China quer fortalecer e atualizar cooperação integral com a Celac

Brasília – O ministro de Relações Exteriores da China, Wang Yi, apresentou nesta quinta-feira, 1º, uma proposta de quatro pontos para fortalecer e atualizar a cooperação integral com a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac). O documento foi entregue aos líderes do quarteto da Celac, Equador, Costa Rica, República Dominicana e Barbados, que também preside a Comunidade do Caribe (Caricom).

De acordo com o chanceler chinês, a cooperação tem crescido de forma sólida desde a criação do Diálogo China – Celac. Segundo ele, “primeiro, devemos fortalecer o diálogo político e a cooperação em assuntos internacionais e manter o intercâmbio no mais alto nível para aproveitarmos ao máximo os mecanismos já existentes de diálogo entre a China e a Celac”.

“Segundo, as duas partes devem trabalhar para garantir a realização de subforuns no marco do Diálogo já instituído, assim como o total cumprimento do consenso logrado nos eventos anteriotres sobre infraestrutura, tecnologia e juventude. Terceiro, devemos acelerar o trabalho para cumprir com o pacote financeiro que a China ofereceu aos países da Celac, e quarto, devemos estimular o intercâmbio e a livre circulação de pessoas entre a China e os países latino-americanos e caribenhos”, explicou.

Wang Yi chamou a atenção para o bom uso dos empréstimos especiais, fundos de cooperação e créditos oferecidos pela China, para que sejam aplicados de forma flexível, pragmática e equilibrada. A China pretende investir US$ 250 bilhões na América Latina e Caribe nos próximos dez anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *