Brasília, 14 de novembro de 2018 - 05h53

Economia

10 de junho de 2014
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília – A Confederação Nacional da Indústria (CNI) alertou que o Brasil possui um déficit de US$ 64 bilhões em obras de infraestrutura. Para a CNI, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) ampliou a média anual de investimentos de US$ 2 bilhões, entre 2001 e 2006, para US$ 5 bilhões, mas não consegue suprir a necessidade de obras em rodovias, ferrovias e portos.



A informação foi tema de debate entre membros da indústria e diplomatas estrangeiros de 78 países. O encontro, realizado pela primeira vez, pretende abrir um canal direto de informações com o Corpo Diplomático para evitar ruídos.



Segundo a CNI, diferentemente do Chile que investe 6,2% do PIB em infraestrutura, o Brasil investe apenas 2,1% do seu Produto Interno Bruto e, por isso, precisa abrir concessões públicas e melhorar o ambiente de negócios para atrair investimentos do setor privado nacional e estrangeiro.



Durante o Briefing Diplomático, a primeira reunião promovida com 118 diplomatas, em Brasília, a CNI fez questão de demonstrar o seu empenho em apresentar às embaixadas estrangeiras, a cada seis meses, sua agenda de prioridades para as políticas públicas e, assim, se tornar fonte primária das informações enviadas às outras nações.



De acordo com o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi, “vamos criar um diálogo estreito com os diferentes países para integrar mais e melhor as indústrias brasileiras”, afirmou.



A CNI aproveitou a oportunidade para manifestar o seu desejo por uma rápida conclusão do acordo de livre comércio entre Mercosul-União Europeia, mas deixou claro que quer acordos com outros países, principalmente para derrubar barreiras ao comércio.



Neste sentido, a CNI vai intensificar seus esforços por acordos contra dupla tributação e a implementação das regras de facilitar o comércio aprovadas pela Organização Mundial do Comércio (OMC) em dezembro de 2013.


Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...