Defesa

Serviço Nacional de Inteligência e a espionagem
31/07/2008
Farc teriam chegado à cúpula do governo brasileiro
31/07/2008

Colômbia descarta base militar dos Estados Unidos

Colômbia descarta base militar dos Estados Unidos

Marcelo Rech, da Cidade do Panamá

Especula-se no Panamá que os Estados Unidos estariam interessados em levar para a fronteira colombo-panamenha, uma base militar para substituir Manta, no Equador, que terá de ser fechada até agosto do ano que vem.

Em Bogotá, o ministro das Relações Exteriores, Jaime Bermúdez, descartou essa possibilidade ao referendar as palavras do colega da Defesa, Juan Manuel Santos, que negou a instalação de uma base, mas reconheceu que a cooperação com os Estados Unidos deverá ser fortalecida.

Os boatos ganharam força depois que o embaixador dos Estados Unidos na Colômbia, William Brownfield, revelou que o seu país tem feito consultas na região desde que o Equador anunciou o desejo de não renovar o acordo militar firmado em 1999.

O presidente peruano Alan Garcia, também negou que esteja negociando uma base militar no país. O tema já rendeu desentendimentos entre ele e o presidente da Bolívia, Evo Morales.

Enquanto isso, o venezuelano Hugo Chávez teme que os Estados Unidos fechem com a Colômbia um acordo que permita a construção de uma base militar na região de La Guajira, na fronteira colombo-venezuelana.

No ano passado, o Comando Sul dos Estados Unidos avaliava a possibilidade de transferir a base militar de Manta para a região do Chaco paraguaio, onde o país construiu uma pista de pouso na localidade de Mariscal Estigarríbia.

Movimentos sociais garantem que tudo está pronto para ser transformado numa base de operações no coração da América do Sul.

Resta saber o que pensa o presidente eleito Fernando Lugo que toma posse em 15 de agosto e seu futuro ministro da Defesa, o general da reserva Luis Barreiro Spani.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *