Mundo

Geopolítica
15/12/2015
Narcotráfico
15/12/2015

Economia

Colômbia, Equador e Peru discutirão impacto da desvalorização monetária

Brasília – Os governos da Colômbia, Equador e Peru discutirão entre si o impacto da desvalorização monetária como primeiro passo para avançarem em direção a um acordo de livre comércio com a União Europeia, informou o presidente Rafael Correa ao confirmar que se encontrará com seus pares Juan Manuel Santos e Ollanta Humala, contrários às salvaguardas tarifárias impostas pelo Equador em março deste ano.

De acordo com Correa, as salvaguardas constituem um paliativo para proteger o mercado e os empregos equatorianos ante a falta de uma moeda própria. A economia do país é dolarizada há mais de uma década.

“Sem um instrumento de ajuste externo que se chama desvalorização, decidimos utilizar as salvaguardas que encarecem em 30% as importações, mas essa é uma decisão menos forte. A Colômbia nos desvalorizou em 60%”, explicou Rafael Correa. Ele reconheceu que a apreciação do dólar tornou o Equador um país caro e que afugenta os turistas extrangeiros.

O diálogo com Colômbia e Peru pretende ajustar as políticas econômicas com o objetivo de potencializar a integração comercial nas zonas de fronteira. Para tanto, Equador e Colômbia se reúnem em Cali no próximo dia 15. No dia 18, será a vez das discussões bilaterais com o Peru em Cajamarca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *