EUA cobra responsabilidade da Venezuela em temas n
20/10/2010
Honduras pede um Plano Colômbia
20/10/2010

Colômbia quer aprofundar relação com os EUA

Colômbia quer aprofundar relação com os EUA

O governo da Colômbia pretende aprofundar as relações com os Estados Unidos a partir de uma agenda mais substantiva construída entre Washington e Bogotá.

A afirmação é do embaixador colombiano naquele país, Gabriel Silva, ex-ministro da Defesa de Álvaro Uribe.

Silva é o responsável pelo acordo militar que permitirá o uso de sete bases colombianas por tropas norte-americanas.

O acordo foi derrubado pela Corte Constitucional do país, mas o atual presidente Juan Manuel Santos deseja renegociá-lo com o objetivo de torná-lo ainda mais profundo.

Nesta segunda-feira, Gabriel Silva participou do lançamento do “Diálogo de Alto Nível entre Sócios”, iniciativa bilateral que pretende ampliar a cooperação para outros temas que não apenas narcotráfico e defesa.

No domingo, uma comitiva do governo dos Estados Unidos desembarca em Bogotá para dar início aos entendimentos.

Entre os mais de 30 funcionários do governo, estão confirmadas as presenças de James Steinberg, Subsecretário de Estado, Arturo Valenzuela, Subsecretário para o Hemisfério Ocidental, e María Otero, subsecretaria para Democracia e Assuntos Globais.

Todas as agências do governo norte-americano estarão representadas, como os departamentos de Justiça, Trabalho, Interior, Agricultura, Saúde, Comando Sul, Segurança Interna, e Fundação Nacional de Ciência.

Segundo Gabriel Silva, “tínhamos uma agenda que estava controlada pelos temas prioritários como segurança. Agora, o país está muito diferente daquele de dez anos atrás”.

De acordo com o embaixador, temas como o Tratado de Livre Comércio e o combate ao narcotráfico, não deixam a agenda, mas outros se somarão com o mesmo grau de importância.

Os dois governos criaram três grupos temáticos para avançar na cooperação: bom governo, democracia e direitos humanos e energia e ciência e tecnologia.

Dessas discussões saem ações concretas e substantivas com o propósito de manter o diálogo permanente.

Nesta quita-feira, 21, será lançada a nova agenda com um fórum em Bogotá organizado pelas universidades de Miami e de Los Andes e a Câmara de Comércio Colômbia-Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *