Brasília, 17 de novembro de 2018 - 05h52

Comandante afirma que Marinha crescerá e muito

10 de julho de 2009
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
O Almirante Julio Soares de Moura Neto, Comandante da Marinha, afirmou em solenidade realizada na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que a “a Marinha do Brasil crescerá, e crescerá muito”.

Uma das mais importantes guerras travada pela Marinha do Brasil acaba de completar 144 anos. A vitória na Batalha Naval do Riachuelo em 1865 tornou-se Data Magna para a instituição e, na última terça-feira, 7, recebeu homenagem do Departamento da Indústria de Defesa (Comdefesa) da Fiesp.

Na oportunidade, Moura Neto, disse que mesmo o Brasil não tendo vocação marà­tima – já que possui muitos rios navegáveis que não são explorados -, a Marinha deverá crescer significativamente nos próximos anos.

Ele defendeu o desenvolvimento da indústria brasileira de Defesa na produção de itens de aplicação dual (civil e militar), que contribuem com o poder militar e a evolução do Brasil.

O presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, se disse “animado” com a informação dada pelo Almirante Moura Neto de que a instituição será ampliada. “Esta é só uma singela, mas calorosa homenagem merecida à  Marinha do Brasil”, comentou.

Já o diretor-titular do Comdefesa, Jairo Cândido, lembrou que a Fiesp apoiou a primeira missão brasileira das Forças Armadas à  Antártica. “Temos uma parceria sólida e contà­nua”, classificou.

A homenagem prestada à  Marinha faz parte do objetivo da Fiesp de valorizar as missões constitucionais das Forças Armadas e tornar-se próxima dela.

Força

A Marinha tem como missão empregar o poder naval, a fim de contribuir para a defesa da Pátria, além de estar pronta para atuar na garantia dos poderes constitucionais.

Está sob sua responsabilidade atuar em ações de organismos internacionais em apoio à  polà­tica externa do Paà­s e cumprir as atribuições subsidiárias previstas em lei relacionadas à  autoridade marà­tima.

Recentemente, a Marinha brasileira desempenhou papel fundamental nos trabalhos de buscas das và­timas e dos destroços do avião da Air France, que caiu perto da costa brasileira no último dia 31 de maio, quando fazia o trajeto Rio de Janeiro-Paris.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...