Brasília, 15 de novembro de 2018 - 05h23

PT - Farc

06 de abril de 2005
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Com o voto contrário do là­der do PT, Paulo Rocha [PA], a Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, aprovou o Regimento Interno que determina as obrigações dos parlamentares com relação aos trabalhos de fiscalização da Agência Brasileira de Inteligência [Abin].

Paulo Rocha afirmou que era preciso analisar a criação do Regimento Interno com calma. Para a oposição, o PT adotou uma estratégia para esvaziar as denúncias em relação à  suposta doação de US$ 5 milhões à  campanha eleitoral de 2002.

Depois de ouvir o diretor da Abin, Mauro Marcelo, e o general Jorge Armando Félix, o senador Cristovam Buarque [PT-DF], afirmou que era preciso aprovar o Regimento Interno da Comissão antes de dar prosseguimento aos depoimentos.

Ele estava particularmente preocupado com a decisão do deputado Alberto Fraga [DF], que afirmava ter documentos que provavam a ligação PT – Farc, mas não admitia entregá-los à  Comissão.

Proposta de um Regimento Interno definitivo, do deputado Luiz Carlos Hauly [PSDB-PR], tramita na Câmara desde 2001. Para Cristovam Buarque, a Comissão não pode trabalhar sem que as regras de funcionamento estejam definidas.

Por essa razão, foi formado um grupo de quatro parlamentares que ouvirão o ex-espião da Abin que teria trabalhado nas investigações sobre a suposta doação das Farc.

Esse depoimento será realizado fora do Congresso. A data e o local ainda não foram definidos. A Comissão também não cogita revelar a identidade do espião. Só depois desse depoimento é que a Comissão vai decidir se convoca mais alguém para explicar a polêmica.

A oposição acredita que Mauro Marcelo e o general Félix não contaram tudo que sabem. Eles podem ser chamados novamente. Tudo vai depender do que vier a dizer o ex-espião da Agência Brasileira de Inteligência.

Ainda esta semana, a Comissão vai indicar os parlamentares que participarão do simpósio internacional “Prestando Contas em Segurança Nacional - Perspectivas Internacionais no Controle de Atividade de Inteligência”. O evento será realizado no mês de maio, no Canadá.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...