Agenda

Brasil e Alemanha discutem biocombustíveis
29/04/2008
Brasil receberá guerrilheiros das Farc a balas
29/04/2008

Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democraci

Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia

Será lançada nesta quarta-feira, 30, no Rio de Janeiro (RJ), a Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, uma iniciativa dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, do Brasil, César Gaviria, da Colômbia, e Ernesto Zedillo, do México.

A Comissão será composta por 18 personalidades de diversos países da região e tem como principal objetivo, avaliar a eficácia e impacto das políticas de combate às drogas e elaborar propostas com vistas a políticas mais eficientes, seguras e humanas.

O evento será realizado no Hotel Glória, a partir das 9h. Na parte da manhã haverá a apresentação dos co-presidentes, os objetivos e a agenda de trabalho da Comissão.

Depois seguem as apresentações do holandês Martin Jelsma, especialista sobre políticas de drogas da União Européia e o estado do debate da questão na agenda das Nações Unidas; do americano Peter Reuter, especialista em política doméstica e internacional dos Estados Unidos sobre drogas; e do brasileiro Rubem Cesar Fernandes, antropólogo e diretor executivo da ONG Viva Rio, que irá expor a situação da América Latina.

Na América Latina a violência e corrupção associadas ao tráfico de drogas e a políticas ineficazes de combate estão corroendo a cultura cívica e as instituições democráticas. Frente a estas evidências, a Comissão se propõe a abrir uma ampla discussão sobre o tema, ouvindo especialistas, discutindo experiências, avaliando alternativas e formulando recomendações.

De acordo com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, “as propostas que a Comissão vier a elaborar serão apresentadas à opinião pública de nossos países e à comunidade internacional. É preciso que a voz da América Latina seja ouvida no debate global sobre um problema transnacional que afeta a todos”.

A criação desta Comissão tem por ocasião a revisão de 10 anos das políticas de drogas mundiais, em âmbito da Organização das Nações Unidas, que teve início em março de 2008 e será finalizada em um encontro ministerial em março de 2009 em Viena, na Áustria.

A Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia conta com o apoio do Instituto Fernando Henrique Cardoso (IFHC), Open Society Institute (OSI), Plataforma Democrática e Viva Rio.

Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia

César Gaviria – ex-presidente da Colômbia, co-presidente da Comissão

Ernesto Zedillo – ex-presidente do México, co-presidente da Comissão

Fernando Henrique Cardoso – ex-presidente do Brasil, co-presidente da Comissão

Alejandro Junco (México) – Jornalista. Diretor do diário La Reforma.

Ana María Romero de Campero (Bolivia) – Jornalista. Foi designada pelo Congresso como a primeira Defensora do Povo da Bolívia (1998-2003). Desde 2004 dirige a Fundação UNIR Bolívia, trabalhando em iniciativas nos campos de “Diálogo e Negociação Pacífica de Conflitos.

Antanas Mockus Sivickas (Colômbia) –Ex-prefeito de Bogotá. Eleito nos períodos 1995-1997/ 2001-2003.

Diego García Sayán (Peru) – Juiz e Vice-presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos. Foi Ministro da Justiça e Ministro de Relações Exteriores do Peru.

Enrique Krauze (México) – Escritor. Tem uma ampla obra publicada, onde se destacam os livros “Caudillos culturales en la Revolución mexicana” (1976), “Biografía del Poder” (1987) y “La Construcción de la Democracia” (2000).

Enrique Santos Calderón (Colômbia) – Jornalista. Diretor do diário El Tiempo.

General Alberto Cardoso (Brasil) – Foi Ministro Chefe Institucional do Gabinete da Presidência da República.

João Roberto Marinho (Brasil) – Jornalista. Vice-presidente das Organizações Globo.

Mario Vargas Llosa (Peru) – Escritor. Recebeu inúmeros prêmios literários, como o “Prêmio Príncipe de Asturias” (1986), o “Prêmio Cervantes” (1994) e o “Prêmio Jerusalém” (1995).

Moisés Naím (Venezuela) – Diretor da revista “Foreign Policy”, em Washington, que circula em 175 países e é publicada em 12 idiomas.

Patricia Llerena (Argentina) – Patrícia Llerena é juíza da Câmara do Tribunal Oral Criminal da cidade de Buenos Aires. Atualmente faz parte do comitê de peritos de revisão da lei de drogas na Argentina.

Paulo Coelho (Brasil) – Escritor, recebeu inúmeros prêmios internacionais como o “Cristal Award por el World Economic Forum” e “Legión d´Honneur de Francia”.

Sergio Ramírez (Nicarágua) – Ex-presidente do país. É colunista de diversos jornais.

Sonia Picado Sotela (Costa Rica) – Embaixadora da Costa Rica nos Estados Unidos, de 1994 a 1998. Juíza da Corte Interamericana de Direitos Humanos entre 1988 y 1994.

Tomás Eloy Martínez (Argentina) – Escritor. Entre suas obras se destacam “Lugar Común la Muerte” (1979), “La Novela de Perón” (1985), “Santa Evita” (1996) e “El Vuelo de la Reina” (2002), sendo este último o vencedor do “Prêmio Alfaguara de Literatura”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *