Agenda

Infraestrutura Regional
04/02/2016
Crise
04/02/2016

Corrupção

Comissão Lava Jato no Peru ouvirá três candidatos presidenciais

Brasília – A Comissão Parlamentar que investiga a Operação Lava Jato no Peru, irá ouvir o depoimento de três candidatos presidenciais, o atual prefeito de Lima e a ex-prefeita da capital, Susana Villarán. Os parlamentares investigam o suposto pagamento de propinas por empresas brasileiras a funcionários peruanos para a obtenção de contratos para obras de infraestrutura no país.

De acordo com a decisão, prestarão depoimento Pedro Pablo Kucynski (PPK), Alan Garcia (Aliança Popular) e Alejandro Toledo (Peru Possível). Os dois últimos ex-presidentes do Peru. O presidente da Comissão da Lava Jato naquele país, Juan Pari, confirmou ainda que o prefeito de Lima, Luis Castañeda e sua antecessora, Susana Villarán, que integra a chapa presidencial pelo Partido Nacionalista, do atual presidente, terão de prestar esclarecimentos.

Os depoimentos terão início em 9 de fevereiro e o primeiro a ser ouvido será Pedro Pablo Kucynscki. Todos os demais já foram notificados e um dos principais projetos sob suspeita é a Linha Amarela, uma via rápida de 9 km que pretende desafogar o trânsito na capital, sob responsabilidade da construtora OAS do Brasil.

No entanto, todas as empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato no Brasil, estão implicadas em suspeitas de irregularidades também no Peru. O presidente Ollanta Humala também será convidado a explicar detalhes do projeto de construção do Gasoduto Sul, igualmente sob suspeita de corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *