Brasília, 20 de março de 2019 - 13h29

Equador

21 de abril de 2005 - 20:25:00
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Os paà­ses da Comunidade Sul-Americana de Nações reiteram sua profunda preocupação com a sucessiva deterioração da constitucionalidade e institucionalidade democrática no Equador, que culminou com o afastamento do ex-Presidente Lucio Gutiérrez de suas funções.

Ao manifestar seu firme propósito em favor de que a normalidade institucional seja restabelecida pronta e plenamente, com todo o respaldo da legitimidade democrática, e em conformidade com a Carta Democrática Interamericana, a Comunidade Sul-Americana de Nações expressa seu oferecimento de cooperação.

Nesse sentido, enviará uma missão constituà­da pelos Chanceleres da tróica da Comunidade [Peru, Brasil e Bolà­via], à  qual aceita juntar-se a Secretaria Pro Tempore do Grupo do Rio [Argentina], para dialogar com as forças polà­ticas equatorianas e colaborar na construção de um clima de entendimento que leve à  plena normalização e institucionalização do quadro polà­tico-jurà­dico e à  paz social para todos os equatorianos.

Pela tróica da Comunidade Sul-Americana de Nações, Manuel Rodrà­guez Cuadros, Ministro das Relações Exteriores do Peru; Celso Amorim, Ministro das Relações Exteriores do Brasil; Juan Ignacio Siles del Valle, Ministro das Relações Exteriores e Culto da Bolà­via