Brasília, 18 de fevereiro de 2019 - 12h42

Cooperação CAN - OTCA

28 de maro de 2005
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
A cidade de Paracas, no Peru, será a sede da I Reunião do Conselho de Ministros do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Comunidade Andina de Nações [CAN]. O evento vai ser realizado entre 31 de março e 1º de abril, e tem por objetivo, debater a importância ambiental e geopolà­tica dos recursos hà­dricos para a região andino-amazônica.

A Secretária-Geral da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica [OTCA], Rosalà­a Arteaga, participará do evento, principalmente por que a água é tema prioritário previsto no Plano Estratégico 2004-2012 da OTCA.

Segundo Rosalà­a Arteaga, “esta reunião vem em um momento propà­cio, em que nossa Organização inicia um projeto sobre gestão de recursos hà­dricos, com recursos do Fundo Mundial para o Meio Ambiente [GEF] e apoio da Organização dos Estados Americanos [OEA] e do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente [PNUMA]”.

Ela destaca ainda, a relação entre os paà­ses andinos e amazônicos. Os cinco paà­ses andinos – Bolà­via, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela – são membros da OTCA. Brasil, Guiana e Suriname são os outros três integrantes do organismo, sediado em Brasà­lia.

Na opinião de Francisco Ruiz, diretor-executivo da OTCA, o encontro será um primeiro passo para a construção de uma Agenda Amazônica de Meio Ambiente. “A água é um dos pontos estratégicos que unem os interesses andino-amazônicos. Os recursos hà­dricos que encontramos na Bacia Amazônica nascem nas Altas Cordilheiras dos Andes”, afirmou.

Durante os debates, a CAN pretende aprovar a Agenda Ambiental Andina, que vai orientar as estratégias regionais e a coordenação entre os paà­ses andinos nos temas de diversidade biológica, que será debatida na próxima conferência sobre o Convênio de Diversidade Biológica, que será realizada no Brasil, em 2006.

Em setembro de 2004, a OTCA e a CAN iniciaram o processo de aproximação e cooperação, com a assinatura de um Memorando de Entendimento entre as duas organizações.

Rosalà­a Arteaga e o Secretário-Geral da Comunidade Andina, Allan Wagner Tizón, pretendem iniciar um programa de trabalho conjunto na área de recursos hà­dricos, florestas e biodiversidade, além de promover ações concretas que impulsionem biocomércio e o combate a biopirataria.

Últimas notícias