Brasília, 20 de março de 2019 - 13h28

Hemisfério

26 de abril de 2005 - 21:52:00
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
A Secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice discutiu nesta terça-feira com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, as crises polà­ticas na América do Sul.

Perguntada sobre o governo de Hugo Chávez e a instabilidade polà­tica na Venezuela, Rice advertiu para que os sul-americanos não caiam no “canto da sereia”, de soluções fáceis para os problemas.

Ela afirmou que os Estados Unidos desejam apenas o respeito à  Carta Democrática da Organização dos Estados Americanos [OEA]. Segundo Condoleezza Rice, os Estados Unidos têm responsabilidade quanto a preservação das normas democráticas previstas na carta da OEA.

No inà­cio da noite, ela esteve com o ministro da Casa Civil, José Dirceu antes do encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Dirceu chegou na madrugada desta terça à  Brasà­lia depois de passar menos de 24 horas em Caracas, onde foi conversar com o presidente Hugo Chávez.

Condoleezza Rice destacou a importância das relações com o Brasil para os Estados Unidos, principalmente em termos de crescimento comercial e para a consolidação da democracia na região.

Segundo o porta-voz da Presidência, André Singer, o presidente Lula destacou a importância dos Estados Unidos participarem das obras de integração fà­sica da América do Sul e concordou com a necessidade de haver um auxà­lio concentrado à  àfrica.

Lula também reiterou convite para que o presidente George Bush visite o Brasil em novembro quando estará na Argentina para a Cúpula das Américas. No entanto, não foi acertada uma data para o encontro.

Singer garantiu que a visita do ministro José Dirceu à  Venezuela, não teve nenhuma relação com a visita da Secretária de Estado norte-americana. Dirceu teria viajado apenas para discutir assuntos relativos à  integração sul-americana.

A exemplo da conversa que teve com o chanceler brasileiro, Rice também discutiu a crise no Equador com o presidente brasileiro. Eles também trataram do desenvolvimento do comércio e de crescimento econômico como formas de se consolidar a democracia na região, conforme destaca o Comunicado Conjunto firmado no Itamaraty.

Os ministros Celso Amorim e José Dirceu, e o Secretário-Geral do Itamaraty, embaixador Samuel Pinheiro Guimarães acompanharam o encontro que durou cerca de 30 minutos.

Nesta quarta-feira, Condoleezza Rice fará uma palestra sobre a polà­tica externa dos Estados Unidos, no Memorial JK. Em seguida viaja com destino à  Colômbia, Chile e El Salvador.