Brasil

Política
10/07/2017
Comércio Exterior
10/07/2017

Política

CREDN apoiará diplomata brasileiro para o Instituto Social do MERCOSUL

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), da Câmara dos Deputados apoiará a indicação do Embaixador José Eduardo Martins Felício para o cargo de Diretor-Executivo do Instituto Social do MERCOSUL (ISM). Os chanceleres dos países do bloco se reunirão na segunda quinzena de julho para referendar a escolha do diplomata.

Com sede em Assunção, o ISM foi criado em janeiro de 2007 e trata-se de uma instância técnica para a promoção das políticas sociais do MERCOSUL voltadas especialmente para a redução das assimetrias entre os Estados-Partes.

“O Embaixador Felício serviu no Paraguai em um momento difícil para o MERCOSUL e soube com muita habilidade, reconstruir as relações bilaterais. À frente do Instituto Social, seguramente fortalecerá ainda mais os programas e projetos voltados para o desenvolvimento social e a integração regional”, afirmou Bruna Furlan, presidente do Colegiado.

Ex-embaixador do Brasil no Uruguai, Cuba e Paraguai, coube ao diplomata recompor as relações entre Assunção e Brasília após a suspensão daquele país do MERCOSUL em 2012.

Nesta quarta-feira, 5, Bruna Furlan reuniu-se com o embaixador a quem assegurou o apoio da CREDN à sua indicação. José Eduardo Martins Felício destacou que, uma vez confirmado no cargo, irá trabalhar para promover toda a agenda social dos países membros. “O MERCOSUL é um projeto político onde as questões de cidadania são fundamentais”, destacou. Ele enfatizou ainda o fato de o Brasil assumir também neste mês a presidência pro tempore do bloco em cúpula a ser realizada em Buenos Aires e receber os chefes de Estado do MERCOSUL para a tradicional cúpula presidencial de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *