Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 14h57
CREDN promove discussão sobre o Sistema Defesa-Indústria-Academia de Inovação  

CREDN promove discussão sobre o Sistema Defesa-Indústria-Academia de Inovação  

16 de novembro de 2017
por: InfoRel
Compartilhar notícia:
Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) promoveu, na quarta-feira, 8, discussão sobre o Sistema Defesa-Indústria-Academia de Inovação, que acaba de completar um ano e está destinado à geração de produtos de defesa com tecnologia nacional voltados ao desenvolvimento do país. A reunião de audiência pública foi requerida pela presidente da CREDN, Bruna Furlan (PSDB-SP) e contou com a participação do General Juarez Aparecido de Paula Cunha, Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército Brasileiro.

Segundo a deputada, “o SisDIA atua no estabelecimento de uma rede de relacionamentos entre instituições e entidades dos três setores, divididos em esferas regionais como forma de expandir as potencialidades no fomento à indústria nacional. Trata-se de uma iniciativa que conta com o nosso apoio integral”, afirmou.

“Precisamos focar na inovação e em projetos que envolvam a nossa comunidade estudantil em todos os seus níveis, fazendo com que surjam novas empresas e mais empreendedorismo”, defendeu o General. Ainda de acordo com o militar, “o SisDIA poderá contribuir com outras ações da Confederação Nacional da Indústria (CNI), das federações, e demais entidades, em projetos de desenvolvimento tecnológico”.

Baseado no consagrado modelo da Tríplice Hélice (Governo, Indústria e Academia), o SisDIA busca incrementar a cooperação entre essas instâncias, atuando na promoção de ações que objetivam a geração de oportunidades para o desenvolvimento de tecnologias de ponta para a Defesa, com aplicabilidade dual. “A necessidade de instigar a inovação de forma coesa e integrada é um dos pilares para novas construções na Defesa”, disse o chefe do DCT. O SisDIA conta com representantes em diferentes regiões do país, atuando no âmbito local (tático), regional (estratégico-operacional) e nacional (político), por meio de seus Escritórios de Ligação.

“O Sistema Defesa, Indústria e Academia de Inovação visa à integração e potencialização das sinergias entre os vetores governamentais (reguladores e fomentadores da atividade econômica), industriais (produtivos de bens e serviços) e acadêmicos (fontes de conhecimento), e vamos buscar contribuir também por meio de emendas ao orçamento para que o projeto seja ampliado”, concluiu Bruna Furlan.

Assuntos estratégicos

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...