Agenda

EUA
11/11/2015
Infraestrutura
11/11/2015

Realidade

Crime e violência geram impacto negativo na economia da América Latina

Brasília – O crime e a violência no continente latino-americano geram um profundo impacto econômico em toda a região. É o que revela estudo realizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), intitulado “Os custos do crime e da violência no bem estar da América Latina e o Caribe”. De acordo com o documento, as economias da região são afetadas em até 3% do PIB anual de cada país.

E isto se refere apenas aos custos diretos com vítimas e possíveis vítimas da violência, ou seja, com proteção, prevenção e atenção à população, seja com recursos públicos ou privados. Se refere, por exemplo, ao valor desembolsado por famílias, empresas e pelo próprio Estado devido à violência.

“As consequencias do crime e da violência são graves e duradouras. O crime e o temor ao crime influem na conduta das pessoas, limitam as decisões de investimentos das empresas, minam a confiança nas instituições de segurança pública e distorcem o aporte de recursos públicos e privados”, explicou Santiago Levy, vice-presidente do BID.

O documento estima que Honduras teve um prejuízo de US$ 704 milhões ou 4,6% do seu Produto Interno Bruto apenas com o combate ao crime e à violência. No Paraguai, esta cifra alcança 3,8% do PIB. Para se ter uma ideia, nos países da América do Norte, Europa e Ásia, os gastos com o crime e a violência não alcançam 1% do PIB daquelas nações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *