O mundo às voltas com eleições presidenciais. Obam
09/01/2012
Peru protesta na OEA por organização terrorista MR
09/01/2012

Cuba, Chile e Venezuela trabalham para dar forma à

Cuba, Chile e Venezuela trabalham para dar forma à CELAC

Brasília – Nesta segunda-feira, 9, os ministros de Relações Exteriores de Cuba, Chile e Venezuela, se reúnem em Santiago para dar forma à Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), criada no ano passado em Caracas.

A idéia é fazer com que o processo de integração regional avance mais rapidamente e sem a presença de Estados Unidos e Canadá.

Caberá ao chanceler chileno Alfredo Moreno, encabeçar a primeira reunião da troika de ministros de Exteriores, junto com Bruno Rodríguez, de Cuba, e Nicolas Maduro, da Venezuela.

Moreno explicou que os países da CELAC podem trabalhar em conjunto apesar das diferenças ideológicas que existem.

A troika é composta pelo país que exercia a presidência (Venezuela), aquele que exerce atualmente (Chile) e o país que a exercerá em seguida (Cuba).

Na reunião de Santiago, os ministros pretendem fechar a programação da CELAC para 2012, incluindo a Cúpula União Européia – América Latina e Caribe, que será realizada no Chile com a participação de 60 países.

Alfredo Moreno reconheceu que o Chile diverge de Cuba e Venezuela principalmente quanto ao modelo econômico, político e social. “Ainda que existam essas diferenças ideológicas, podemos trabalhar juntos como fizemos quando a CELAC foi presidida pela Venezuela”, explicou.

Ele revelou que os países da região devem trabalhar principalmente em relação aos temas de infraestrutura, energia, educação e programas sociais.

“Há muitas coisas que nos beneficiam mutuamente sem prejuízo de que cada um administre o seu país na forma como seu povo elegeu”, afirmou.

Moreno assinalou ainda que a integração que buscam os países latino-americanos e caribenhos “são muito importantes na hora de enfrentarmos situações de emergência que alguns países não podem enfrentar sozinhos, como incêndios e inundações”.

Ele garantiu que o presidente cubano Raúl Castro estará em Santiago no final de 2012 para receber a presidência da CELAC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *