Brasília, 15 de outubro de 2018 - 13H19

Cuba não participará da Cúpula das Américas

09 de maro de 2012
por: InfoRel

Brasília - Cuba não participará da Cúpula das Américas que será realizada em Cartagena de Índias, Colômbia, entre 9 e 15 de abril, nem mesmo como país-observador. Para Havana, participar do evento não era questão de honra, mas Havana responsabiliza dos Estados Unidos por sua exclusão. Países da Alternativa Bolivariana estudam boicotar encontro.



Nesta quinta-feira, 8, a decisão cubana havia sido vista como a salvação do evento e o fortalecimento da política externa de Juan Manuel Santos que tratou do assunto diretamente com Raul Castro.



Santos esteve em Cuba onde se reuniu com Castro e o presidente venezuelano Hugo Chávez. Ele pretendia demovê-los da idéia para que a Cúpula das Américas não se transformasse em cavalo de batalha entre Estados Unidos e seus adversários na região.



A Colômbia chegou a considerar a possibilidade de Cuba participar de alguns momentos da Cúpula, mas não da reunião entre os Chefes de Estado e de Governo.



Inicialmente, Cuba teria se mostrado interessada em participar apenas para não criar constrangimentos aos países da ALBA que defenderam a sua presença na Cúpula.



Washington deixou claro desde o início que não aceitaria a presença de Cuba e condicionou sua participação à integração do país à Organização dos Estados Americanos (OEA). No entanto, essa condição só foi apresentada porque os Estados Unidos tinham certeza que não seria aceita.



Enquanto Santos, Castro e Chávez discutiam o tema em Havana, o vice-presidente norte-americano Joe Biden tratava da questão em Honduras com os presidentes centro-americanos.



Em reunião com Daniel Ortega, presidente da Nicarágua, Biden conseguiu rachar a ALBA. A Nicarágua confirmou presença na Cúpula e a decisão esvazia o discurso de boicote coletivo.



Já em Quito, o presidente equatoriano, Rafael Correa, avalia a conveniência de assistir ao evento. Partiu dele a proposta para que Cuba fosse à Cúpula das Américas.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...