Agenda

Comércio Exterior
13/11/2015
Fronteira
13/11/2015

Política Internacional

Cúpula América do Sul – Países Árabes concluiu com projetos ambiciosos

Brasília – A 4ª edição da Cúpula América do Sul – Países Árabes (ASPA) concluiu nesta quarta-feira, 11, com uma declaração que reforça os vínculos de cooperação política, econômica, comercial, tecnológica e ambiental. A próxima edição do encontro se dará em 2018 na Venezuela.

Representantes dos 22 países membros da Liga Árabe e dos 12 da Unasul ratificaram ainda o compromisso com os objetivos da Agenda Pós-2015 da ONU sobre desenvolvimento sustentável, luta contra a desigualdade e a pobreza e o impulso aos investimentos.

A Declaração de Riad também expressa preocupação com a propagação do terrorismo islamista no Oriente Médio e em outras partes do planeta. Para tanto, acordaram adotar estratégias de cooperação para combater e derrotar todas as formas de extremismo.

Nesta mesma linha, os 34 países se pronunciaram contrários aos conflitos armados, especialmente na Síria, Iemên e Líbia e destacaram as iniciativas regionais da ONU para pôr fim a mais de quatro anos de guerra na Síria e propiciar a estabilidade no Iraque e na Líbia.

Árabes e sul-americanos expressaram ainda absoluto respaldo à causa palestina, se solidarizaram com a soberania argentina sobre as Ilhas Malvinas, iniciaram um diálogo conjunto para coordenar posições na COP21 que se realizará no final do mês em Paris, e apelaram pela elevação dos preços do petróleo.

Não avançaram no diálogo sobre a criação de uma Secretaria-Executiva para a Cúpula América do Sul – Países Árabes, tema que será retomado em Caracas em três anos. O comércio entre os países sul-americanos e árabes passou de US$ 5 bilhões para US$ 30 bilhões nos últimos cinco anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *