Brasília, 17 de novembro de 2018 - 14h18

Declaração Conjunta da Reunião Ministerial do IBAS

15 de fevereiro de 2011
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

O Ministro das Relações Exteriores da República da Índia, Sua Excelência Sr. S. M. Krishna, o Ministro das Relações Exteriores da República Federativa do Brasil, Sua Excelência Sr. Embaixador Antonio de Aguiar Patriota, e o representante da Ministra das Relações Internacionais e Cooperação da África do Sul, Sua Excelência Sr. Embaixador Baso Sangqu, encontraram-se em Nova York, no dia 11 de fevereiro de 2011, para trocar impressões sobre as perspectivas de cooperação nas questões atualmente na agenda no Conselho de Segurança das Nações Unidas.



 



A Índia e a África do Sul expressaram sua profunda satisfação com o debate promovido pelo Brasil, que ocupa a Presidência do Conselho de Segurança no mês de fevereiro, sobre a interdependência entre desenvolvimento e segurança e sua importância para a paz sustentável.



 



Expressaram, também, grande satisfação com a presença simultânea de todos os três países do IBAS na composição do Conselho de Segurança durante o ano de 2011. Reiteraram o compromisso de seus países de realizar consultas mútuas e coordenar suas posições acerca de todos os tópicos relevantes à agenda internacional. Expressaram sua disposição, como países em desenvolvimento, de trabalhar em estreita colaboração a fim de incluir suas perspectivas ao trabalho do Conselho.



 



Reafirmaram o papel-chave das estratégias de desenvolvimento para a consecução da paz sustentável e da segurança nos países em situações de pós-conflito, assim como em países em risco de entrar ou recair em conflito. Nesse contexto, recordaram a importância da Cooperação Sul-Sul, em particular os projetos executados por meio do Fundo IBAS no Haiti, Palestina, Guiné-Bissau, Burundi e Serra Leoa, entre outros países.



 



Saudaram o anúncio dos resultados do referendo no Sudão em 7 de fevereiro de 2011. Cientes dos imensos desafios que os povos do Sudão irão enfrentar, o IBAS deseja anunciar sua decisão de apoiar, por intermédio do Fundo IBAS, a reconstrução e o desenvolvimento do Sudão, tanto no Norte quanto no Sul. O IBAS irá consultar as autoridades nacionais relevantes para identificar projetos sustentáveis e prioritários nesse sentido.



 



Reiteraram seu ponto de vista de que as operações de manutenção da paz têm uma contribuição a fazer em atividades antecipadas de consolidação da paz e ao prover um ambiente que conduza à implementação de estratégias de desenvolvimento, como meio de angariar dividendos imediatos da paz nas áreas afetadas e contribuir para um ambiente de cooperação para as missões da ONU. Também observaram que, ao considerar o desdobramento de uma missão ou avaliar e renovar o mandato das missões em andamento, o Conselho de Segurança deveria trabalhar em estreita cooperação com a Comissão de Consolidação da Paz (CCP), com vistas a desenvolver uma sinergia mais forte entre os dois órgãos.



 



Os três representantes do IBAS também enfatizaram a necessidade de uma reforma urgente do Conselho de Segurança, incluindo a expansão de ambas as categorias de membros permanentes e não permanentes, com maior participação dos países em desenvolvimento em ambas. Tal reforma é de suma importância para que o Conselho de Segurança reflita as realidades geopolíticas e fortaleça sua representatividade, eficácia e legitimidade, necessárias para enfrentar os desafios contemporâneos. Comprometeram-se a manter uma coordenação estreita entre os três países e os demais Estados-membros da ONU para alcançar progresso substancial nas negociações intergovernamentais sobre a reforma do Conselho de Segurança atualmente em curso em Nova York.



 



Ao final da reunião, Índia, Brasil e África do Sul expressaram seu compromisso de intensificar as consultas e coordenação do IBAS, tanto em Nova York quanto nas capitais, no tocante aos temas na agenda no Conselho de Segurança. Também concordaram em retomar as discussões e coordenação acerca das questões do Conselho de Segurança durante a VII Comissão Ministerial Conjunta do IBAS, que está programada para os dias 7 e 8 de março de 2011, em Nova Delhi.

Assuntos estratégicos

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...
Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasil firma acordo para facilitar exportação de alimentos para a China

Brasília - A Agência Brasileira de Promoção de Exportações...
Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Câmara de Comércio Árabe Brasileira quer trabalhar com governo do Brasil

Brasília – Apesar do anúncio feito pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, de...
Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Política Externa do novo governo desata críticas ao presidente eleito

Brasília – Os primeiros anúncios feitos pelo presidente da República...
CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

CREDN realizará audiência sobre a importância da Inteligência de Estado para o Brasil

Brasília – A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional...
Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...