Brasília, 20 de outubro de 2018 - 21h46

Declaração de Quito sobre a situação no Equador

05 de outubro de 2010
por: InfoRel

Os Chanceleres de Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Peru, Uruguai e Venezuela; os Vice-Chanceleres do Brasil e do Paraguai; o representante da Chanceler da Guiana; e o representante do Secretário-Geral da Unasul deslocaram-se a Quito, em cumprimento ao disposto pelos Chefes e Chefas de Estado e de Governo da UNASUL na Reunião Extraordinária realizada em Buenos Aires, no dia 1º de outubro corrente, em razão da tentativa de golpe de estado na República do Equador.



Os Chanceleres reuniram-se com o Presidente do Equador, Rafael Correa Delgado, para expressar-lhe pessoalmente, em nome de seus mandatários, o pleno respaldo da região, assim como o forte compromisso pela preservação da democracia, do estado de direito, da ordem constitucional, da paz social e do irrestrito respeito aos direitos humanos.



Os Chanceleres entregaram ao Presidente Correa uma cópia da Declaração de Buenos Aires e destacaram a decisão dos Presidentes da UNASUL de adotar medidas concretas e imediatas contra países em que ocorram casos de ruptura da ordem constitucional.



O Presidente Correa agradeceu o respaldo imediato e incondicional dos mandatários da UNASUL, bem como subscreveu todo o conteúdo da Declaração de Buenos Aires.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...