Relações Exteriores

Intercâmbio
03/10/2016
Energia
03/10/2016

Democracia

Declaração regional sobre referendo na Venezuela não tem o apoio do Uruguai

Brasília – O Uruguai não aceitou subsecrever uma declaração regional que questiona as autoridades eleitorais da Venezuela em relação ao referendo revocatório do mandato do presidente Nicolás Maduro. Na última quinta-feira, os ministros de Relações Exteriores da Argentina, Brasil, Chile, México, Paraguai y Peru, emitiram um comunicado expressando “preocupação” pela decisão do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) de não realizar o plebiscito antes de 10 de janeiro de 2017.

Na prática, o cumunicado critica a postura do CNE de protelar a realização do referendo e realizá-lo apenas no próximo ano, o que poderia até concluir com a revogação do mandato do presidente Nicolás Maduro, mas daria a ele a condição de indicar o substituto, permanecendo no poder.

Diz o comunicado que a decisão do CNE “tem o efeito de postergar a realização do referendo revocatório até 2017, afetando o sentido da consulta”. Realizado antes de 10 de janeiro e revocando o mandato de Maduro, a Venezuela passaria por novas eleições, algo que o chavismo não quer em hipótese alguma.

Os chanceleres reafirmam ainda que “reiteram o seu apoio e sua disposição de contribuir para a realização de um diálogo entre o governo e os distintos atores políticos e sociais venezuelanos, que permita, através do entendimento mútuo, promover a estabilidade política, a recuperação econômica e o pleno respeito aos direitos humanos”. A proposta de comunicado partiu da chancelaria mexicana.

De acordo com o ministro de Relações Exteriores do Uruguai, “o importante é que o referendo revocatório será realizado e não podemos todos os meses fazer uma declaração sobre a Venezuela, metendo-nos nas coisas da Venezuela. E não sei por quê o revocatório poderia solucionar os problemas econômicos da Venezuela, mas não vou opinar nos assuntos da Venezuela”, afirmou Rodolfo Nin Novoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *