Defesa

Diplomacia
29/09/2010
Brasil destina mais de US$ 350 milhões ao Haiti
30/09/2010

Defesa lança `Segurança Internacional: Perspectiva

Defesa lança `Segurança Internacional: Perspectivas Brasileiras´

O Ministério da Defesa e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) lançaram nesta quarta-feira em Brasília, o livro “Segurança Internacional: Perspectivas Brasileiras”, que reúne 39 artigos de especialistas convidados e que representam a diversidade do pensamento estratégico do país.

De acordo com o MD, a publicação é resultado de um inédito ciclo de seminários realizado entre março e junho deste ano no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

As conferências tiveram o patrocínio do Ministério da Defesa e foram realizados em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, Fundação Armando Álvares Penteado, FIESP, Comando do Exército e Comando da Marinha.

O livro foi organizado pelo ministro Nelson Jobim, por seu assessor militar, General Sergio Etchegoyen e pelo diplomata João Paulo Alsina.

No dia 6 de outubro, às 18h30, a publicação será lançada na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo (Avenida Paulista, 2073). No dia seguinte, 7, o  lançamento será na sede da FGV no Rio de Janeiro (Edifício Fundação Getúlio Vargas, Praia do Botafogo 190, 12º andar).

A publicação apresenta uma reflexão sobre o lugar do Brasil no mundo de acordo com as relações de segurança no sistema internacional.

“Além de sua utilidade como subsídio para a formulação de políticas públicas no campo da defesa nacional, “Segurança Internacional: Perspectivas Brasileiras” pode ser considerado elemento de consulta indispensável para estudantes e professores de graduação e pós-graduação em Relações Internacionais, Ciência Política, Sociologia e Estudos Estratégicos”, informa o MD.

O livro, com introdução do ministro da Defesa e prefácio do Presidente da Fundação Getúlio Vargas, está dividido em cinco partes:

1. O Cenário Global de Segurança;

2. Desafios Contemporâneos de Segurança;

3. A Circunstância Regional de Segurança;

4. Perspectivas Brasileiras de Segurança; e

5. As Realidades Regionais de Segurança.

Os autores e os temas abordados são:

1. “O Cenário Global de Segurança”: Grandes tendências da segurança internacional contemporânea, Héctor Luis Saint-Pierre; Guerras e doutrinas militares no século XX e em face da Nova Ordem Mundial, Francisco Carlos Teixeira da Silva; As guerras interestatais são coisa do passado?, Domício Proença Júnior; Guerras de quarta geração ou mais uma falácia travestida de sapiência?, Luiz Eduardo Rocha Paiva; A China e o sistema internacional de segurança, Henrique Altemani de Oliveira; O futuro das operações de paz das Nações Unidas, Antonio Jorge Ramalho da Rocha; Blocos regionais, democracia e conflito, Renato G. Flôres Jr.

2. “Desafios Contemporâneos de Segurança”: O conceito de segurança climática: reflexos para os países em desenvolvimento, Sergio Amaral; Dever de proteger ou nova forma de intervencionismo?, Gelson Fonseca Jr.; Soberania e intervenção em questões ambientais, Aldo Rebelo; Terrorismo catastrófico: inimigo real ou imaginário?, Eugenio Diniz; A proliferação de armas de destruição massiva: mito ou realidade?, William Waack; O futuro das armas nucleares, Rex Nazaré Alves; O avanço da tecnologia militar e a compressão do espaço estratégico em escala global, Mário Alberto de Almeida, Daílson Mendes de Oliveira e Tarcísio Takashi Muta; A militarização do espaço: desafios para as potências médias, Cleonilson Nicácio Silva.

3. “A Circunstância Regional de Segurança”: Recursos naturais e conflito na América do Sul, Marco Aurélio Garcia;  El espacio sudamericano como “zona de paz” a preservar frente a factores de turbulencia intra y extra-regionales, Fabián Calle; Segurança internacional na América do Sul, Monica Herz;  O Conselho de Defesa Sul-Americano e sua instrumentalidade, Marcos Vinicius Pinta Gama; e  É viável a formação de um cluster de indústrias de defesa na América do Sul, Marcelo Odebrecht.

4. “Perspectivas Brasileiras de Segurança”: Vulnerabilidades do atual desenvolvimento brasileiro: esboço de diagnóstico e de indicação de políticas de superação, Luiz Alfredo Salomão; Diplomacia, defesa e a definição política dos objetivos internacionais: o caso brasileiro, Maria Regina Soares de Lima; As capacidades militares necessárias, Alberto Cardoso;  O papel do Congresso nas questões de defesa: entre a abdicação e o comprometimento, Octavio Amorim Neto; Defendendo o pré-sal, Julio Soares de Moura Neto;  Construindo hipóteses de emprego na Amazônia, Eduardo Villas Bôas; Financiamento de longo prazo em defesa, Ibsen Pinheiro e  Estratégia Nacional de Defesa (END), Raul Jungmann.

5. “As Realidades Regionais de Segurança”: América Central e do Norte – As realidades regionais de segurança: a recriação da Quarta Esquadra e seu significado, José Alberto Accioly Fragelli; O narcotráfico e a segurança nacional mexicana, Alberto Pfeifer; África – A presença da China na África, Williams Gonçalves; O Atlântico Sul e a costa ocidental da África: os interesses brasileiros e a questão energética; José Sergio Gabrielli; Europa – O futuro da Otan, Darc Costa; A França e a sua inserção na segurança européia, Antônio Carlos Lessa;  Oriente Médio – Perspectivas de resolução dos conflitos no Oriente Médio, Reginaldo Nasser; Armas nucleares no volátil Oriente Médio: algumas interpretações, Márcio Scalercio; Ásia-Pacífico –  A China como potência militar global: se, quando e como?, Severino Cabral; e As opções estratégicas do Japão, Carlos Lessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *