Brasília, 21 de outubro de 2018 - 07h19

Defesa quer fortalecer integração regional

14 de abril de 2009
por: InfoRel
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou na abertura da Latin America Aero & Defense (LAAD), que acontece no Rio de Janeiro até sexta-feira, 17, que o Brasil deixou de ser um mero comprador de produtos de defesa e que o objetivo do paà­s é firmar parcerias que permitam o desenvolvimento do setor em toda a América do Sul.

“O Brasil não se apresenta ao mundo como comprador, o Brasil se apresenta ao mundo como parceiro. Neste ponto somos arrogantes. Não podemos pensar pequeno. Temos de pensar grande e pensar grande significa pensar junto com a América do Sul”, afirmou.

Segundo ele, a regra para o Brasil negociar com estrangeiros passa pelo desenvolvimento das tecnologias nuclear, cibernética e aeroespacial.

Jobim destacou ainda que a reorganização da indústria nacional de defesa é fundamental para garantir o atendimento das Forças Armadas. “Com o propósito de desenvolver a capacitação tecnológica e a fabricação de produtos de defesa nacionais, serão buscadas parcerias com outros paà­ses”, explicou.

O ministro destacou ainda que o Brasil tem uma visão de futuro projetada para a área de defesa baseada na auto-suficiência dos processos de concepção, projeto, industrialização, produção e inovação tecnológica.

Na sua opinião, indústria de defesa não significa indústria bélica.

Sobre a possibilidade da crise econômica afetar os planos do governo para o setor, Jobim afirmou que “a Estratégia Nacional de Defesa é de médio e longo prazo. A crise financeira deve ser de curto prazo e os grandes projetos de defesa contarão com financiamento externo, o que vai permitir que a indústria crie empregos e fortaleça a economia. Se estivéssemos apenas comprando, eu estaria preocupado”.

Conselho Sul-Americano de Defesa

O ministro da Defesa revelou que a criação do Conselho Sul-Americano de Defesa proposto pelo Brasil, pretende fortalecer o processo de integração regional. “Esse é o compromisso do Brasil com a América do Sul, para que a região possa ter uma voz ativa e permanente no mundo”.

Ele ressaltou que a construção do consenso dentro do Conselho também passa pela uniformização das bases industriais de defesa.

Assuntos estratégicos

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Comunicado Conjunto dos Chanceleres da Espanha e do Brasil

Os chanceleres de Espanha, Josep Borrell, e do Brasil, Aloysio Nunes, mantiveram encontro de...
Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Declaração do G4 sobre a reforma do Conselho de Segurança da ONU

Em 25 de setembro de 2018, Sua Excelência a Senhora Sushma Swaraj, Ministra das...
Comunicado Conjunto do BRICS

Comunicado Conjunto do BRICS

Os Ministros das Relações Exteriores/Relações Internacionais do BRICS...