Defesa

Acordo Brasil-Portugal em Defesa pode ser aprovado
10/02/2007
Comunicado Conjunto:
15/02/2007

Forças Armadas

Defesa tem orçamento apertado para 2007

O governo ainda estuda como contingeciar cerca de R$ 15 bilhões do Orçamento deste ano, mas o Executivo é o que mais recursos para gastar em 2007, cerca de R$ 684,23 bilhões, sendo que serão gastos R$ 240,64 bilhões apenas com juros e outros encargos financeiros.

Com mais recursos, o Ministério da Previdência terá R$ 190,31 bilhões. Em seguida vêm os ministérios da Saúde (R$ 49,70 bilhões); o da Defesa (R$ 40,12 bilhões); o do Trabalho e Emprego (R$ 26,77 bilhões); e, só então, o da Educação (R$ 27,58 bilhões).

Defesa e comandos militares

Em 2005, o Orçamento executado da Defesa foi de pouco mais que R$ 33 bilhões, valor que subiu para R$ 36 bilhões em 2006 e R$ 40.1 bilhões em 2007.

O Comando da Aeronáutica executou R$ 8.1 bilhões em 2005; R$ 7.7 bilhões em 2006 e tem R$ 9 bilhões para 2007. Enquanto isso, o Exército teve em 2005, R$ 14 bilhões executados. Em 2006, foram R$ 15.6 bilhões, e os recursos para 2007 são de R$ 17 bilhões. A Marinha teve R$ 7.2 bilhões executados em 2005, R$ 8.6 bilhões em 2006, e conta com R$ 9.5 bilhões para 2007.

O orçamento dos comandos e da Defesa são complementados pelos fundos. Desses fundos, saem recursos para tudo, inclusive para os programas de reaparelhamento das forças, exercícios combinados e cooperação internacional.

Do orçamento da Defesa sairão R$ 4.2 milhões para o Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE); R$ 13.5 milhões para o Proantar (Programa Antártico); R$ 2 milhões para Informações Integradas para a Proteção da Amazônia; R$ 614 milhões para Preparo e Emprego da Força Terrestre; R$ 568 milhões para o Preparo e Emprego da Força Aérea; e R$ 658 milhões para o Preparo e Emprego da Força Naval.

Para o reaparelhamento e adequação da Marinha, foram alocados R$ 289.3 milhões, reaparelhamento e adequação do Exército, R$ 100.2 milhões, e reaparelhamento e adequação da Força Aérea, R$ 639.5 milhões.

Para tecnologia de uso aeroespacial, R$ 40.6 milhões; para tecnologia de uso naval, R$ 44.7 milhões. Para o Programa Calha Norte, foram destinados R$ 455 milhões. Outros R$ 25.3 milhões para comunicações, comando, controle e inteligência nas Forças Armadas; e R$ 6.2 milhões para a Mobilização para a Defesa Nacional e R$ 41.9 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *