Brasília, 20 de novembro de 2019 - 08h28
Indústria de Goiás precisa focar área de Defesa e Segurança
Brasília - A indústria goiana precisa aproximar-se da área de defesa e segurança, focando um nicho de negócios que movimenta algo em torno de R$ 7 bilhões por ano no fornecimento de produtos e serviços ao Ministério da Defesa. Foi o que defendeu o coronel Peixoto, do Departamento de Produtos...
Emgepron apresenta oportunidades para as corvetas classe Tamandaré
Brasília – A Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron) apresentou na Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) o projeto que prevê a construção de quatro corvetas classe Tamandaré em Itajaí (SC) e abre a possibilidade de negócios para a indústria catarinense principalmente na fase de operação das embarcações, durante...
CNI desenvolve agenda para a indústria de defesa e segurança
Brasília - O presidente do Conselho Temático da Indústria de Defesa e Segurança (Condefesa) da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Glauco Côrte, afirmou nesta segunda-feira, 26, que os membros do colegiado trabalham para construir uma agenda propositiva para o desenvolvimento da base industrial de defesa e segurança. “Isso se dará...
Comércio de Produtos de Defesa movimenta US$ 400 bilhões
Brasília – Na segunda-feira, 12, o general Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa, integrou a reunião plenária do Departamento de Defesa e Segurança da Fiesp quando afirmou que “a Base Industrial da Defesa, no Brasil, atualmente, é responsável por mais de 285 mil empregos diretos e outros 850 mil...
Itaipu ampliará defesa cibernética com apoio do Exército
Brasília - A Itaipu Binacional vai ampliar as ações em defesa cibernética, com apoio do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e do Exército Brasileiro. O assunto foi discutido na quarta-feira, 24 de julho, em Foz do Iguaçu (PR), em uma reunião de trabalho coordenada pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim...