Brasília, 13 de dezembro de 2018 - 21h50

Gentileza

06 de fevereiro de 2014
por: InfoRel
Compartilhar notícia:

Brasília - Depois do apagão que deixou às escuras 11 estados no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte, na última terça-feira, 4, e grande parte do Distrito Federal nesta quarta-feira, 5, o governo aceitou retirar de pauta a votação da Medida Provisória que doa R$ 60 milhões para o ministério de Minas e Energia da Bolívia consertar equipamentos de geração de energia.



De acordo com o governo brasileiro, não há risco de racionamento e a interrupção no fornecimento de energia deu-se por falhas na linha de transmissão entre Colinas (TO) e Serra da Mesa (GO). Pelo menos seis milhões de pessoas foram afetadas pelo apagão.



Sem clima, o governo se rendeu às críticas da oposição e aceitou retirar de pauta a MP que perde vigência no próximo dia 10.



"Acabamos de ter um apagão, a situação fiscal é nebulosa, nós temos 39 ministérios, a taxa de investimentos é irrisória e essa MP transfere milhões de reais para consertar equipamentos para doar para a Bolívia", apontou o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG).



O deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), cobrou investimentos na infraestrutura nacional e afirmou que seis milhões de contribuintes foram lesados por incompetência na gestão do setor elétrico brasileiro.



"E aí o Brasil faz uma doação para a Bolívia de uma usina termoelétrica, garantindo R$ 60 milhões de reais para consertá-la. Essa mesma Bolívia que estatizou a Petrobras acarretando prejuízo imenso para os seus acionistas", afirmou.

Assuntos estratégicos

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Aprovado projeto que permite a expulsão de estrangeiros acusados de Terrorismo

Brasília – O Projeto de Lei que proíbe a concessão de visto e determina a...
Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasil quer entrar no mercado mundial de lançamentos de satélites

Brasília – O governo federal, por meio da Agência Espacial Brasileira (AEB) quer...
Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

Senado paraguaio posterga para 2019 análise de leis contra o crime organizado

O Senado do Paraguai postergou para março de 2019 a análise de três projetos de...
Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Paraná inaugura Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública

Na última terça-feira, 4, a governadora do Paraná, Cida Borghetti, e o ministro...
Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasil defende aprovação de lei que congela bens de terroristas

Brasília – O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu nesta...
Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Paraguai intensifica combate a grupos criminosos do Brasil

Brasília - O governo do Paraguai intensificou o combate das ramificações das...
Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Radares aéreos são instalados para combater tráfico de droga e armas

Brasília - O Brasil vai instalar três radares aéreos para o controle de voos de...
Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Governo brasileiro oficializa extinção da binacional espacial criada com Ucrânia

Brasília - O governo brasileiro encaminhou ao Congresso Nacional a Medida Provisória...
ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

ABIN defende constitucionalização da Inteligência e alerta para ameaças

Brasília – O Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência,...
Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Especialistas apoiam adesão do Brasil à Convenção Internacional contra o Terrorismo Nuclear

Brasília – Com cerca de 30 instalações nucleares e 3.000 fontes de...